O que fazer em 2 dias em São Francisco Xavier

Até começar a pesquisar sobre o que fazer em São Francisco Xavier (SFX), eu não fazia ideia que o local era um distrito de São José dos Campos, e não um município do estado de São Paulo. “Shame on me”!!!

Aos pés da Serra da Mantiqueira, na divisa com Minas, São Xico é uma excelente opção para quem quer dar uma escapada dos grandes centros urbanos, curtir um friozinho, com boas opções de hospedagens e restaurantes.

Também é um prato cheio para amantes do ecoturismo, com muitas opções de trilhas para cachoeiras, mirantes, picos e travessias.

O que fazer em São Francisco Xavier

Como chegar em SFX

O distrito está a cerca de 150 km de distância de São Paulo, via Dutra, ou com um pequeno acréscimo de 6 km se escolher iniciar sua viagem pela Ayrton Senna e pegar a Dutra já em Guararema. O caminho mais rápido vai depender do trânsito no dia.

Após passar pelo meio de São José, o caminho segue por mais 59 km pela rodovia SP-50 e pela Estrada Vereador Pedro David, cruzando o município de Monteiro Lobato, até chegar em São Xico!

Onde se hospedar em SFX

A escolha da sua hospedagem dependerá do que você pretende fazer e como se locomoverá por São Francisco Xavier.

O distrito conta com pouquíssimas alternativas de transporte público, dificultando a locomoção de quem não está com um carro ou fazendo passeios com uma agência. Se o primeiro for seu caso, opte por hospedagens próximas ao centro.

Agora se você estiver de carro, há muitas opções, de pequenos chalés até requintadas pousadas, próximas ao centro ou isoladas aos pés da Mantiqueira.

Canto dos Pássaros

Nossa escolhida foi o Canto dos Pássaros, localizada a 6 km do centro de SFX.

O local conta com 3 chalés com banheiro privativo, 2 com banheiro compartilhado e área para camping aos pés do Rio do Peixe. Aqueles que se hospedam nos chalés têm o café da manhã vegetariano incluído na diária.

Nós acampamos. Gostamos muito da estrutura do local, que comporta inclusive barraca de teto. Banheiros limpos, grandes, chuveiro quentinho, áreas para churrasco e fogueira.

Nos encantamos com o lugar, em ótima harmonia com a mata atlântica. E o mais legal! Eles têm boias para fazermos “Boia Cross” no Rio do Peixe! Passamos a tarde nos divertindo tanto que nem sofremos com a água gelada!!

O que fazer em São Francisco Xavier - boia cross
Parece até capa de CD!

O que fazer em São Francisco Xavier

Centrinho

O centrinho de SFX é bem típico de cidadezinha do interior, com uma igrejinha na praça central onde tudo acontece!

O que fazer em São Francisco Xavier - centrinho

No entorno da rua principal (Rua 15 de novembro) e da pracinha central você encontrará diversas opções de restaurantes, bares, ateliês e lojinhas.

Cachoeiras

Cachoeiras do Pouso do Rochedo

O local é uma propriedade particular onde funciona uma pousada e um restaurante, a cerca de 11km do centro.

Além disso há 4 opções de trilhas para mirantes, sendo o principal o Mirante do Cruzeiro a 2000 metros de altitude; e 8 cachoeiras, entre elas a Cachoeira Santa Bárbara com cerca de 80 metros de altura.

Não hóspedes pagam R$ 30,00 (agosto/2021) para ter acesso às trilhas, mirantes e cachoeiras por no máximo 4h.

Cachoeira do Roncador

Também localizada dentro de uma propriedade particular, a 15 km do centro, com pousada, restaurante e área de lazer. A cachoeira tem uma queda de 45 metros e um pequeno poço. Entrada paga.

Cachoeira Pedro David ou São Francisco

Localizada pertinho do centro da cidade, cerca de 2,5km, tem acesso gratuito. O local conta com trilha pavimentada com corrimões, áreas para piquenique e banheiros.

A queda principal tem cerca de 15 metros, com poço onde é possível nadar.

Outras cachoeiras

  • Cachoeira das Couves –  queda de 15m de altura, localizada a 2km do centro. Visita somente com autorização e acompanhamento de guia;
  • Cachoeira do Sabão – três quedas, totalizando 25m de altura, a 30 km do centro;
  • Cachoeira do Turvo – queda de 25m, a 24 km do centro.

Trilhas

Mirante Pedra São Francisco e Pedra do Porquinho

Localizado a cerca de 16 km do centro, com acesso por estrada de terra. Além do mirante, há também um restaurante e uma lojinha. Oferece também outras atividades, como trilha para uma cachoeira e passeios a cavalo, pagas à parte.

Uma curta caminhada leva até o mirante, de onde se tem uma vista panorâmica da região, incluindo o skyline de São José.

Pedra Queixo D’Anta ou Pico Focinho D’Anta

O início é dentro de uma propriedade particular. A entrada é paga.

Trilha com 6 km, ida e volta, bastante íngreme, com ganho de altitude de mais de 600m. Há um trecho em que é preciso utilizar corda para subir e descer. O pico está a 1624 metros de altura.

Toca do Muriqui

A trilha de nível fácil tem 6 km de extensão, ida e volta. Ao longo dela você pode dar a sorte de cruzar com os macacos Muriquis. A trilha passa pela Cachoeira do Cipó, onde é possível tomar banho, e finaliza em um mirante.

Travessia SFX-Monte Verde e Pedra da Onça

A travessia São Francisco Xavier e Monte verde inicia-se na Fazenda Monte Verde. O acesso à trilha e o estacionamento são gratuitos.

11 km separam os dois distritos. Caso queira fazer o trajeto de ida e volta, inicie a trilha logo ao nascer do sol, para que você tenha tempo de almoçar em Monte Verde e descansar um pouco antes de voltar.

Você pode optar por fazer com uma agência, caso queira voltar para SFX de carro, ou seguir viagem a partir de Monte Verde, como opções para não fazer a trilha novamente.

No meio do caminho da travessia está o Pico da Pedra da Onça, 1960 metros de altitude, com cerca de 5,5km de extensão. A trilha até esse ponto é bem demarcada, não há como errar.

O que fazer em São Francisco Xavier - Pico da Pedra da Onça

A aclividade é alta, com ganho de altitude de 796 metros. Em alguns trechos o solo foi erodido, então requer um pouco de atenção para não se acidentar. Um outro trecho, já quase no pico, tinha um córrego descendo pela trilha, estava bastante molhado, um convite para atolar o pé e escorregar!

Fora esses detalhes, só requer força de vontade e um pouco de condicionamento físico. Cruzamos com duas idosas já retornando do pico.

Outras trilhas

  • Mirante do Abismo – 12 km de extensão, ida e volta. O final da trilha fica um pouco além da Pedra da Onça.
  • Trilha da Toca do Lobo – são 6km, ida e volta, de nível fácil até a cachoeira toca do lobo, com queda de 7 metros de altura e poço para nadar.
O que fazer em São Francisco Xavier - ecoturismo
Este mapinha indica mais opções do que fazer em São Francisco Xavier.

Nosso roteiro de 2 dias – o que fazer em São Francisco Xavier

Chegamos na sexta-feira à noite, umas 22h, montamos o acampamento e fizemos um fondue com vinho para curtir o friozinho da serra!

Dia 1

Dia reservado para a trilha da Pedra da Onça. Tomamos um café da manhã caprichado, fizemos alguns lanchinhos de trilha e seguimos para a Fazenda Monte Verde. Iniciamos a trilha por volta das 9h, chegando no pico um pouco antes do meio dia.

O que fizemos nessas duas horas? Fotinhos meigas, assinamos o livro do pico e poses de Yoga!

Ficamos por lá até umas 14h, quando iniciamos a descida, com uma breve passada pelo Bosque dos Duendes, já no trecho que segue para Monte Verde.

O que fazer em São Francisco Xavier - Trilhas
Bosque dos Duendes

Fomos direto para o camping. Para o jantar fizemos hambúrgueres na churrasqueira e ficamos bebendo vinho em volta da fogueira. Nisso chegaram outros campistas e o bate papo rolou solto até altas horas!

Esqueci de comentar que tivemos a companhia da gatinha da casa!

Dia 2

Acabamos acordando um pouco tarde, mas após o café da manhã deu tempo de ir até o Mirante Pedra São Francisco e na Cachoeira Pedro Davi.

À tarde ficamos no camping brincando de boia cross com a galera que havíamos conhecido no dia anterior até a hora do check out.

Onde comer em SFX

De lá voltamos ao centro e jantamos no Pangea Restobar. Vale muito a pena. Pratos servem muito bem uma pessoa, comida muito gostosa, ambiente agradável e preços justos.

Antes de pegarmos a estrada passamos na Sorveteria do Vovô, que produz sorvetes artesanais com leite do sítio, para finalizar nosso delicioso fim de semana no distrito de forma doce!

Outras opções de onde comer

  • Neo Armazém e Restô
  • Pão com linguiça
  • Restaurante Serra das Águas
  • Seu Xico

Mais roteiros pelo interior de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: