Pôr do Sol na represa de Jurumirim em Avaré
Águas de Lindóia,  Araraquara,  Avaré,  Cunha,  Guararema,  Holambra,  Jundiaí,  Mococa,  São José do Rio Preto,  São Paulo,  Sorocaba,  Votuporanga

10 cidades do interior de São Paulo para conhecer

Tentando sair um pouco dos destinos mais conhecidos, escolhi 10 cidades do interior de São Paulo que já conheço. Muitas delas conheci por ter amigos queridos que lá moram, conquistando meu coração pelo lado afetivo.

Muitas das cidades do interior de São Paulo que listei aqui fogem do óbvio. No entanto não deixam de ser excelentes opções para quem quer curtir um fim de semana ou um bate e volta longe da muvuca dos destinos tradicionais e conhecer mais um cantinho do estado de São Paulo. Afinal, não é porque não é super turístico que não pode ser legal!

Amplie seus horizontes e explore!

Águas de Lindoia

Distando cerca de 160 quilômetros da capital, a cidade pertence ao Circuito Águas Paulista.

Você pode relaxar no Balneário Municipal, desfrutando de banhos de imersão e tratamentos com argila, realizar ecoturismo pelo circuito das montanhas, visitar ranchos e sítios que oferecem aulas de equitação e passeios a cavalo, dentre outras opções.

Não deixe de ir no Cristo Redentor para ter uma bela vista da cidade, de andar pela Rua Minas Gerais onde você encontrará de comidas e bebidas a produtos de couro, de passear na Praça Adhemar de Barros (quem sabe encalhar o pedalinho como eu!) e curtir o pôr do sol no alto do Mirante do Morro Pelado.

Ah! A cidade está a apenas 10 km de Monte Sião, em Minas Gerais, o paraíso do tricô!

Avaré

A 263 quilômetros da capital, um dos principais pontos da “Terra da Água, do Verde e do Sol” é a sua represa (Represa de Jurumirim), onde é possível praticar esportes náuticos ou simplesmente curtir o dia ao sol.

Uma tarde de wakeboard na represa. Foi muuuuuuuito legal!
Filmagens e edição por Yuri Mendoza

O Horto Florestal também é um ponto de parada obrigatório em Avaré, seja para um piquenique, para passear ou para praticar esportes como caminhada, corrida e ciclismo.

Ah! Não deixe de experimentar os deliciosos pingos de leite, doce tradicional de Avaré. É um doce de leite cremoso por dentro com uma fina camada externa crocante. Se quiser comprar um estoque, vá direto na loja de fábrica Gota de Leite.

Cunha

Cunha está a cerca de 230 quilômetros de Sampa. Conhecida com terra dos ceramistas, tem um ateliê a cada esquina! Eles utilizam a técnica milenar da queima em forno noborigama, que pode ser vista em alguns ateliês.

Mas a maioria das pessoas conhece a cidade como a terra das lavandas. Lá encontramos o Lavandário e o Contemplário, nos quais podemos caminhar por entre as lavandas enquanto apreciamos a vista.

Cunha também conta com diversas opções de ecoturismo como a famosa trilha da Pedra da Macela.

Se interessou? Que tal uma dobradinha Cunha – Paraty? Um roteiro de 3 dias pelas duas cidades para querer voltar!

Guararema

A apenas 80 quilômetros do centro de São Paulo você encontrará belezas naturais e tranquilidade. Guararema faz jus ao seu lema “Visite, conheça e ame”. Com seu charme e hospitalidade a vontade de voltar é enorme, ainda mais estando tão pertinho, seja para um bate e volta ou uma estadia de um fim de semana.

São diversos atrativos ao longo do Rio Paraíba do Sul, que corta a cidade, como o Pau D’Alho, Ilha Grande, a estação ferroviária, o fofinho bairro de Luís Carlos, dentre outros.

Durante o natal a cidade se transforma com enfeites produzidos a partir de garrafas pet coletadas ao longo do ano. Sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente são pontos fortes de Guararema.

Pensou em bate e volta? Então saiba o que você pode fazer em um dia em Guararema!

Holambra

A cidade mais holandesa do Brasil fica somente a 130 quilômetros de Sampa. Seja você amante de flores ou de arquitetura europeia você vai amar essa cidadezinha super fofa.

A cidade foi colonizada por holandeses, que mantêm suas raízes até hoje. O portal da cidade, as casas, o maior moinho da américa latina, tudo remete à arquitetura holandesa.

A cidade bomba em setembro quando acontece a famosa Expoflora, a maior exposição de flores e plantas da América Latina que ocorre há 38 anos.

Durante a Expoflora

Visite o parque Van Gogh, tire uma foto no letreiro da Praça dos Coqueiros, visite o moinho, passeie pelos campos de flores e aproveite um delicioso almoço no The Old Dutch, restaurante que serve comida típica holandesa por preços justos.

Jundiaí

A opção mais próxima dessa lista de cidades do interior de São Paulo fica a apenas 60 km da capital. Jundiaí ocupa a 11ª posição entre as cidades mais desenvolvidas do país.

No centro da cidade você encontrará o Museu Ferroviário, o Solar do Barão, o Jardim Botânico, o Parque da cidade e diversas igrejas.

Saindo do centro há cinco opções de rotas turísticas: Castanho, Cultura Italiana, Terra Nova, Rota da Uva e a Rota do Vinho. São variados atrativos como mini fazendas, adegas, cachaçarias e até um rodízio de massas.

Na nossa passagem pela cidade conhecemos a Vinícola Castanho. O passeio completo inclui tour pelo vinhedo, aprendemos como são feitos os vinhos, vimos onde são armazenados e encerramos com uma deliciosa degustação dos vinhos harmonizados com queijos e frutas.

Se gosta de natureza, vá à Serra do Japi que conta com diversas opções de trilhas e cachoeiras.

Mococa

Quem nunca ouviu falar dos doces de Mococa? Algumas receitas são até patrimônio cultural! A cidade está a cerca de 240 quilômetros da capital e oferece mais que doces aos turistas!

A cidade teve seu apogeu na época áurea do café. Os barões que ali viviam e enriqueceram construíram um rico patrimônio arquitetônico que pode ser visto nos casarões espalhados pela cidade, principalmente no centro histórico.

O turismo rural também é forte na região. Você pode passar o dia em uma das fazendas que oferecem diversas atividades. Opções de ecoturismo não faltam, destacando-se o mirante e a cachoeira do Itambé.

Quer roteiro? Opa, então dá uma olhada no que você pode fazer em dois dias na cidade!

São José do Rio Preto

A segunda melhor cidade do país para se viver fica a 450 quilômetros de Sampa.

Seu grande atrativo é o Parque da Represa Municipal onde vivem diversas capivaras. Perguntei para um amigo o que não podia faltar numa visita à cidade e a primeira coisa que disse foi: tem que falar das capivaras que atravessam a rua em bandos e atrapalham todo o transito!!!

Encontrei uma foto com uma rica capivara!

A represa é um ambiente super agradável, seja para passear, seja para praticar esportes. Atravessando a rua há diversas opções de bares e restaurantes.

Outro destaque da região são os famosos doces artesanais de Engenheiro Schimtt. Toda vez que vou para lá tenho que trazer doces para minha mãe e amigos.

Ah! E não podemos esquecer que lá é a terra das famosas linguiças cuiabanas, que contém em sua composição leite e queijo, e do refrigerante Cotuba, que lembra demais aquela tubaína em garrafa de cerveja que bebia quando criança!

Sorocaba

A 96 quilômetros da capital fica Sorocaba, eleita como uma das melhores cidades do Brasil para morar. As cidades do interior de São Paulo estão se destacando nesse quesito!

Você encontrará mais de 20 parques municipais, cada um com diversas opções de lazer como orquidários, aquários, viveiros de plantas, anfiteatro, pista de skate etc. No parque Kasato Maru você encontrará jardins japoneses e as lindas cerejeiras!

Seja para fazer uma trilha ou conhecer construções históricas do século XIX, não deixe de visitar a Floresta Nacional de Ipanema (FLONA).

Mas o que faz eu amar a cidade são as deliciosas e maravilhosas coxinhas da Padaria Real. O sucesso é tão grande que hoje em dia a padaria conta com 4 lojas pela cidade. Mas vá na unidade Campolim, a única que funciona 24h. Como o movimento é alto, toda hora tem coxinha fresquinha. Morri!

Corri pensando na coxinha!

Votuporanga

A mais distante das cidades do interior de São Paulo desta lista fica quase na divisa com Mato Grosso do Sul. Votuporanga está a 520 quilômetros de São Paulo e é a 6ª cidade mais desenvolvida do Brasil. Uma pena que o calor insuportável está presente durante quase todo o ano (eu odeio calor!!).

Quem curte carnaval, a cidade é um prato cheio! Votuporanga atrai muitos turistas que vão atrás dos trios elétricos da maior festa de carnaval de São Paulo. O Oba Festival, ocorre há 14 anos com 4 dias de muita música até a madrugada.

Vou para Votu basicamente para comer e tirar foto com a mesma cara!!

Bônus – Araraquara

A cerca de 270 quilômetros de Sampa, Araraquara agrada quem gosta de contato com a natureza. São diversas opções bem próximas do centro, como o Parque Ecológico Pinheirinho que conta com uma represa com praia artificial, duchas externas e piscinas para se refrescar do forte calor dessa região! Tem também o Parque do Basalto onde fica o Salto do Córrego Pinheirinho.

Mas quem curte cultura e história também terá diversas opções: conhecer o centro histórico, a antiga estação ferroviária, a Biblioteca Municipal Mario de Andrade (dizem que o autor escreveu Macunaíma na cidade), visitar as diversas igrejas. Opção não falta!

Pertinho fica o Município de Bueno de Andrada, terra das famosas Coxinhas Douradas. Alguns dizem que são as melhores do estado (na minha opinião, as segundas!)

Curiosidade: em muitas calçadas da cidade podem ser encontradas pegadas de Dinossauros. No Boulevard dos Oitis na rua Voluntários da Pátria foi criado um museu a céu aberto com placas indicativas do local e da espécie dos dinossauros que deixaram a marca!

E aí, já conhece alguma dessas cidades do interior de São Paulo?

Inspire-se!

Este texto faz parte da blogagem coletiva com o tema “Top 10”. Tem interesse de conhecer outros 10 mais? Então veja sobre o que os outros blogs participaram escreveram:

27 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: