• Cafayate – conheça essa região vinícola argentina

    Se você já tomou vinho da uva Torrontés provavelmente já ouviu falar de Cafayate na Argentina. Cafayate é segunda maior região produtora de vinhos na Argentina, perdendo apenas para Mendoza. O centro de Cafayate está a 1700 metros de altitude e a região é conhecida por produzir vinhos de altitude desde o início do século XIX. Lá estão os vinhedos mais altos do mundo produzindo vinhos de alta qualidade. Como dito anteriormente, a uva símbolo de Cafayate é a Torrontés, uma uva branca que produz vinhos de aromas adocicados, mas sabores cítricos. Por este motivo é também conhecida como uva mentirosa!! Essa informação aprendemos na degustação na bodega AMP Cava,…

  • Cerejeira em flor

    Inverno em Curitiba: o melhor da estação

    A apenas 400 km de Sampa, Curitiba é uma excelente opção para uma viagem planejada ou até mesmo de última hora (sim, já fiz isso, acordei e falei: Partiu Curitiba! Reservei nossa hospedagem na estrada). Estive na cidade por duas vezes, uma no fim da primavera e outra no meio do inverno. Logo, posso dizer com propriedade que o inverno em Curitiba é imperdível! No entanto, preciso assumir que Curitiba é uma cidade incrível em qualquer estação do ano. Seu planejamento urbano e áreas verdes fizeram com que a cidade ganhasse dois títulos de muito orgulho: Capital Ecológica do Brasil e Cidade mais Sustentável Ambientalmente da América Latina. A cidade…

  • Degustação de vinhos no Empório Húngaro

    Confesso que antes de irmos para Budapeste, nem sabia da existência dos vinhos húngaros. Achava que os húngaros só sabiam fazer comida boa pra alma e ruim pras artérias. Ao começar as pesquisas para nossa viagem, percebi que não só eles existem como também são muito bem-conceituados. Quando retornamos de viagem descobrimos a existência do Empório Húngaro, nos dando esperança de degustar mais desses vinhos! Essa viagem foi incrível. Além dos vinhos húngaros, descobrimos também os checos! Europa Central, a melhor parte da Europa (até agora)! Tipos de barris de carvalho Grande parte dos vinhos finos é amadurecida em barris de carvalho. Os mais utilizados e populares são os carvalhos…

  • Posso levar vinho na bagagem de mão?

    Quando planejamos nossa viagem para Mendoza, eu já tinha uma certa noção que iríamos extrapolar os limites de peso das nossas bagagens com a quantidade de vinhos que compraríamos. No entanto, para nossa alegria, nossa hostess nos informou que na Argentina eu posso levar vinho na bagagem de mão!!!!!!!! Eu não falei que ela era uma fofa!!! Adoramos esse AirBnb que ficamos em Mendoza. Obrigada Entidade dos Viajantes Zicados, já estava tendo um treco porque não tava dando para encaixar tanto vinho sem correr risco de quebra-los nas nossas duas malas despachadas! O que ainda não tínhamos certeza era a quantidade de garrafas permitidas na bagagem de mão por pessoa.…

  • Valle de Uco – Dia 3 Road Trip Mendoza

    31/05/2018 quinta, meu níver, o melhor até hoje!!! O dia já estava ótimo pq eu estava em Mendoza, tava frio e eu ia comer e beber muito bem ao longo do dia. Tinha como ser ruim??? Hoje iríamos conhecer a região do Valle do Uco. Bodega Gimenez Rilli Acordamos novamente 7h30 naquela escuridão e fomos para a Bodega Gimenez Rilli, na região do Valle de Uco, ficava a um pouco mais de 100km do nosso ap. Nosso tour tava marcado para 10h30. Fomos curtindo o caminho, tempo meio fechadinho, com aquela cara de que ia chover o dia inteiro. Chegamos na bodega às 10h. Coloco gorro, cachecol, luvas (tava fazendo…

  • Lujan de Cuyo – Dia 2 Road Trip Mendoza

    30/05/2018 Quarta Era dia de conhecer algumas vinícolas da região de Lujan de Cuyo! Acordamos 7h30 e foi muito bizarro abrir a janela e estar completamente escuro, comum nesta época do ano lá, mas não em São Paulo. Saímos umas 8h30 e tinha acabado de clarear. A vantagem é não precisar acordar muito cedo para ver o nascer do sol! O dia tava mais friozinho e nós, que somos completamente loucos por frio, estávamos adorando! Bodega Renacer Partiu primeira parada do dia, Bodega Renacer. Curta o caminho! Ao sair da estrada principal, as ruazinhas são um espetáculo à parte. Infelizmente não dava para ver as cordilheiras, pois o dia estava…

  • Região de Maipú em Mendoza

    29/05/2018 Terça Centro de Mendoza Primeiro dia tem programação sim!! Pela manhã faríamos a parte burocrática e na parte da tarde tínhamos reservas para vinícolas na região de Maipú em Mendoza. Não esqueça de sempre salvar o mapa offline da região que vai visitar! Sem ele não conseguiríamos chegar ao centro de Mendoza, onde compramos nossos SimCards locais! O plano era fazermos câmbio, comprar o SimCard, almoçar e depois passar em duas lojas de vinhos (Wine O’clock e Sol y Vino) para dar uma olhada nos preços e descontos (nos disseram que vendiam mais barato que nas bodegas e davam descontos progressivos dependendo do número de garrafas compradas). Não deu…

  • Uma tarde na Vinícola Castanho em Jundiaí

    Semana passada, estava olhando o feed do meu instagram e vi uma dica no perfil Vinho Todo Dia  que sigo sobre o “Tour do Vinho” realizado na Vinícola Castanho, em Jundiaí, a cerca de 1 hora de Sampa. Assumo, tenho sim preconceito com vinho brasileiro! Até esse ano, quando comecei a experimentar os espumantes do Sul, que até agora não me decepcionaram (mas também meu n é igual a 2, definitivamente não sou parâmetro), surpreenderam na verdade, o que eu conhecia eram os vinhos doces com uvas de mesa = suco de uva com álcool. Não gosto de suco de uva, então já não ajuda muito. Anyway, achei que seria uma…

  • Quais vinícolas visitar em Mendoza?

    As principais vinícolas de Mendoza estão distribuídas em três regiões principais: Maipú, Lujan de Cuyo e Valle de Uco. Maipú fica bem pertinho do centro, cerca de meia hora. Dá para chegar de ônibus e depois fazer os passeios pelas bodegas de bike! É onde ficam as vinícolas mais antigas e tradicionais de Mendoza. Também possui várias olivícolas. Lujan de Cuyo é conhecida como a terra do Malbec. Fica a cerca de 40 minutos do centro de Mendoza. Valle de Uco é a região de maior altitude e onde são produzidos os melhores vinhos de Mendoza. Fica a cerca de 75 minutos do centro da cidade. O ideal é fazer…

  • Roteiro por Mendoza – Road trip de 4 dias

    Como adoradores de vinhos, sempre foi nosso desejo ir à Mendoza. No entanto, não é uma viagem para férias. Um roteiro por Mendoza de 4 dias inteiros são mais do que suficientes (afinal, meu fígado ainda não é total flex!). É um lugar para ir diversas vezes e não fazer tudo de uma vez. O centro em si não oferece muitas opções de passeios, o interessante está nos arredores, onde há inúmeras opções de vinícolas para comprar um vinho, fazer um tour ou almoçar (algumas oferecem jantar também). Além disso, Mendoza tá ali nas cordilheiras, que oferece muitas opções de passeios de aventura, como trilhas, rafting, esqui etc.. Tem atividade…

error: