Vinícolas no Chile – 4 opções próximas a Santiago

Se o país produz vinho, pode ter certeza que visitar vinícolas estará no meu roteiro. Todavia, curiosamente, conhecemos poucas vinícolas nas duas vezes que estivemos no Chile – somente 4!

A primeira vez que fomos, em 2015, eu ainda estava iniciando nesse mundo. Já na segunda, em 2017, como fizemos somente um stopover em Santiago, na volta do Atacama, não tínhamos muito tempo para conhecer muitas. Mas também a gente fez valer e conhecemos duas das melhores vinícolas do Chile, ao menos na minha opinião!

Não sabe o que é stopover? Então leia como viajar para múltiplos destinos com uma só passagem!

E se quiser saber mais sobre nossa viagem para o Atacama, há uma série de posts no blog, desde o roteiro até detalhes sobre cada passeio.

As 4 vinícolas que visitei no Chile ficam em Santiago ou na região metropolitana da capital. Você pode chegar facilmente utilizando transporte público ou uber. São elas:

1 – Vinícola Undurraga

A Undurraga foi a primeira vinícola que conhecemos no Chile e acredito que começamos muito bem!

Como ir de transporte público

A Vinícola Undurraga localiza-se na cidade de Talagante, a 34km de Santiago.

Vinícolas no Chile - Undurraga

O ônibus até lá sai do terminal de ônibus San Borja, ao lado da estação Central da linha 1 vermelha do metrô.

Chegando na estação, o acesso ao terminal pode ser feito pelo shopping que fica ao lado dela. Siga as placas indicativas.

Próximo à plataforma 75 estará o ponto da linha Talagante. Você compra o bilhete [$ 1.000 (valor 2020)] diretamente com o motorista.  O percurso até a vinícola dura cerca de 35 minutos. Não esqueça de avisar ao motorista que quer descer na Undurraga. Ele para bem em frente!

Tour

O tour básico dura cerca de 1h. Ele inicia pelo vinhedo, quando o guia explica sobre o solo, clima e variedades de uvas plantadas na vinícola.

Vinícola Undurraga
Ainda sóbrios!

Foi na Undurraga que nos ensinaram sobre o motivo de sempre terem roseiras próximas às parreiras. Além da cor, que tradicionalmente indica se são uvas tintas ou brancas, as roseiras são mais suscetíveis às pragas, então são um controle natural!

Em seguida seguimos para a parte interna, onde estão os tanques de fermentação e barris de amadurecimento, quando explicam sobre a produção dos vinhos.

Ao final há degustação de 4 vinhos, um branco, dois tintos e um colheita tardia (de sobremesa), com uma breve explicação sobre cada um deles. A taça é brinde!

Vinícolas no Chile - Undurraga

São 2 opções de tour e ainda há opção de piquenique no jardim. Não esqueça de fazer sua reserva.

Nosso veredito

Gostamos muito da visita e dos vinhos, até mesmo os de entrada. Mesmo pré pandemia a visita era com poucas pessoas, até 10, tornando o passeio muito mais instrutivo e agradável.

Se você quer fugir da aglomeração, visitar as vinícolas de Cafayate, na Argentina, é uma excelente opção. Em quase todas éramos somente nós dois!

Não deixe de passar na lojinha ao final do tour. Vale a pena comprar os vinhos top de linha, pois em geral não chegam ao Brasil ou, se chegam, são muito caros por aqui. Excelente custo benefício.

Vinícolas no Chile - Undurraga

2 – Vinícola Concha y Toro.

Definitivamente a Concha y Toro é das vinícolas mais famosas do Chile. Mas isso não se deve necessariamente à qualidade dos seus vinhos, mas sim por exportá-los para mais de 140 países.

Como ir de transporte público

Vá até a estação Tobalada da linha 1 vermelha do metrô e faça baldeação para a linha 4 azul. Desça na Estação Las Mercedes. De lá você tem duas opções: seguir de uber ou de ônibus até a Concha Y Toro.

Usando uber são cerca de 13 minutos ao custo de $ 2000-3000. De ônibus serão cerca de 20 minutos. São três opções de linhas: nº 73, 80 ou 81, que param na porta, ao custo de $ 720 (integração metrô).

Tour

O tour básico dura cerca de 1h20 e inicia pelos lindos jardins, quando contam sobre a história da vinícola. A primeira degustação, de um vinho branco, ocorre nesse momento.

Vinícolas no Chile - Concha Y Toro

Posteriormente passamos pelo jardim de variedades, onde conhecemos todas os tipos de uvas que a vinícola produz vinhos. Aqui ocorre a segunda degustação de um vinho tinto.

Então seguimos para a adega onde rola uma apresentação da lenda do Casillero del Diablo. Em seguida há degustação do último vinho tinto. Novamente, a taça é brinde!

Vinícolas no Chile - Concha Y Toro

Como os tours são ultra concorridos, é imperativo que você faça reserva. São oferecidas 3 opções.

A Luciana, do blog Classe Turista, visitou a Vinícola El Enemigo, a melhor vinícola em Mendoza, que também é imperativo que você faça reserva com bastante antecedência.

Nós, por exemplo, não conseguimos reservar com um mês de antecedência, já estava lotado. Mas visitamos outras vinícolas maravilhosas na nossa estadia de 4 dias em Mendoza.

Nosso veredito

O tour em si é muito fraco. Focam mais na história da vinícola e no showzinho meia boca da lenda do Casillero del Diablo. Além disso, é muita gente, mal conseguimos ouvir o guia. Pecam na falta de explicação sobre os vinhos degustados, sendo que dois deles estão entre os melhores da Concha Y Toro.

No entanto, nem tudo é ruim. Os vinhos tintos degustados estão entre os melhores da vinícola. Só por isso o arrependimento não foi maior de ter feito esse tour.

Vinícola Concha Y Toro

Minha dica é:

Se você é um apreciador de vinhos como eu, escolha os tours mais tops, não o básico. Você degustará os melhores vinhos da Concha y Toro.

Mesmo que não queira fazer o tour, a visita vale pela loja, pois você poderá conhecer os vinhos realmente bons da Concha Y Toro e compra-los por preços muito convidativos.

3 – Vinícola Aquitania

Uma das poucas vinícolas localizadas em Santiago do Chile. Considerada uma vinícola boutique, fica aos pés da Cordilheira dos Andes, proporcionando lindas paisagens durante a visita.

Vinícolas no Chile - Aquitania

Como ir de transporte público

Desça na estação Quilín da linha 4 azul do metrô. Dirija-se até o Shopping Paseo Quilín. Daqui você pode seguir de uber, por $ 1900-2400, ou de ônibus, por $720 (integração com metro).

Pegue a linha D17 na Parada 2 em frente ao Shopping. O ponto de descida fica na esquina da Av. Los Presidentes com Consistorial. De lá caminhe até a vinícola, virando à direita na Consistorial.

PS: Quando fomos o portão estava fechado. Achamos que estávamos no lugar errado. Mas a minha xará Barbara, nossa guia, nos disse que eles costumam deixar fechado mesmo. Então não se acanhe, pode abrir o portão para entrar!

Tour

São oferecidos dois tipos de tour, variando os vinhos degustados, para no máximo 6 pessoas. Portanto, a reserva é imprescindível.

O tour dura cerca de 1h30, quando a Barbara nos explicou detalhadamente sobre a história, produção e cada um dos vinhos degustados.

Vinícolas no Chile - Aquitania

O diferencial dos vinhos da Aquitania é que a produção é toda artesanal. Até a colheita é manual. Logo, são vinhos únicos!

Nosso veredito

Tem que ir!!! Se você gosta de vinhos então, tem que ir loucamente!

A Barbara entende muito do assunto e até hoje foi a melhor visita guiada que já tivemos. Todo o processo é detalhadamente explicado. E como o grupo é pequeno, no nosso caso só tinha mais um casal, dá para aprender muito e tirar todas as dúvidas durante o tour.

Ah! E a Barbara fala muito bem português, apesar de termos feito o tour em inglês, pois havia um americano no grupo. Além de ser super simpática, mas isso já dá para desconfiar pelo nome!!! hahahaha

Vinícola Aquitania
Olha a Barbara aí!

Ademais, os vinhos são maravilhosos e super exclusivos, pois a produção é bem pequena. Inesperadamente, os preços são muito bons!

4 – Vinícola Odfjell

Sabe amor ao primeiro gole? Então, os vinhos dessa vinícola me conquistaram assim!

Tudo começou em 2015, quando comemoramos o níver do Yu em Santiago. Passamos em uma loja de vinhos mais exclusivos e pedimos ao vendedor um bom custo benefício para aquele dia. Ele nos indicou o Orzada Carignan da Odfjell. O vinho já mostra a que veio ao abrir a garrafa. Vinho maravilhoso!

E foi assim, com um único vinho de média gama, que a Odfjell está entre minhas vinícolas preferidas do Chile. Na verdade, do mundo!

Fiquei com aquilo na cabeça e quando tivemos a oportunidade de voltar a Santiago, decidi que queria fazer uma visita à vinícola e conhecer outros rótulos.

Vinícola Odfjell

Como nosso tempo era curto, acabamos fechando o tour com a agência 321 Chile para a manhã antes do nosso retorno ao Brasil. Eles nos pegaram no hotel e nos deixaram no aeroporto. Sendo assim, nos esbaldamos na degustação! Pensa num voo bem louco!!!

Como ir por conta

A Vinícola Odfjell fica a cerca de 40km do centro de Santiago. Para ir por conta, neste caso, a melhor opção é o Uber. A corrida ficará entre 9-14 mil pesos cada trecho, dependendo do horário.

Tour e nosso veredito

A vinícola oferece 5 tipos de tour. Escolhemos o mais top, que incluía um passeio nos maravilhosos cavalos puro sangue noruegueses pelo parreiral e ao fim uma degustação de 1 variedade de cada um dos rótulos produzidos, acompanhada de queijos, frios e pães. O tour durou cerca de 3h.

Vinícolas no Chile - Odfjell
Pit stop para um lanchinho!

Barato não foi, mas repetiria fácil! O passeio a cavalo foi maravilhoso, o tour, os vinhos. Gente, foi simplesmente perfeito.

PS: Normalmente não gosto de lugares que exploram animais. Mas neste caso, como o turismo não é intensivo, são poucos os turistas que escolhem o tour com o passeio a cavalo, há restrições na montagem, além do cuidado incrível que esses animais têm, não vi problema nesse tour em especial.

Mas isso não é regra, na verdade é exceção. Muito cuidado ao fazer passeios que envolvam animais. Estude bem sobre o lugar, sobre a forma como os animais são usados e cuidados antes de patrocinar a exploração animal. Saiba mais em Turismo Animal: experiência ou exploração?

Do Armador (vinho de entrada) ao Aliara (top de linha) todos são fantásticos. São vinhos exclusivos que valem a pena trazer para o Brasil, pois aqui custam pequenas fortunas.

Vinícolas no Chile - Odfjell

Só não trouxemos mais porque não tinha espaço na mala (e porque a gente tinha perdido um bom dinheiro na Bolívia – saiba mais em Perrengues de viagem na Bolívia).

Certamente voltaremos, nem que seja só para comprar mais vinhos, pois não são muito fáceis de encontrar nos mercados de Santiago, muito menos aqui no Brasil.

Ademais, pretendo escrever mais detalhadamente sobre a vinícola e sobre esse tour, porque ela merece! Inegavelmente, é uma das melhores vinícolas do Chile!

Compre mais vinhos!

Viu como é fácil chegar nessas vinícolas do Chile por conta? Economize nos tours com agências e use o dinheirinho extra para comprar vinhos! Não tem erro!!

Um comentário

  • Luciana Mardegan

    Melhor dica de todas: economize no tour e gaste nos vinhos!!!! Super concordo! É muito fácil visitar algumas vinícolas por conta própria, além de ser mais barato e te dar a liberdade de escolher o tour que quiser. Nao conhecemos a Vinicola Odfjell, mas já estou salvando as dicas para a proxima visita a Santiago!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: