O que fazer em Prudentópolis, terra das cachoeiras gigantes

Prudentópolis surgiu com a imigração incentivada de cerca de 1500 famílias ucranianas no fim do século XIX e até hoje respira cultura ucraniana, mas são suas belezas naturais que atraem mais turistas, principalmente por ser lar de algumas cachoeiras com mais de 100 metros de altura.

Cachoeiras de Prudentópolis - Salto São Francisco

Também conhecida por Pequena Ucrânia, cerca de 80% da população é descendente de ucranianos. A língua é falada no dia a dia, ensinada nas escolas e várias missas são dadas em ucraniano.

Onde fica Prudentópolis

Localizada no Paraná, a apenas 200 km de Curitiba e 100 km de Ponta Grossa, o acesso se dá por boas estradas, de tal forma que é uma excelente opção para um roteiro de fim de semana.

Para nós, fez parte do nosso roteiro de carro de 8 dias pelo interior do Paraná.

Quantos dias ficar em Prudentópolis

Em princípio, reserve ao menos 2 dias inteiros, especialmente se vai durante o fim de semana, quando todas as atrações estão abertas e você terá muitas opções de cachoeiras para visitar!

No nosso caso, como fomos durante a semana, muitas das cachoeiras de Prudentópolis estavam fechadas ao público. No entanto, algumas podem ser visitadas se estiver acompanhado de um guia credenciado.

Pode ser que agora, com o alívio das restrições face à pandemia, os horários de funcionamento estejam mais amplos. Assim, recomendo fortemente informar-se diretamente com o local que pretende visitar ou, para facilitar sua vida, com o centro de informações ao turista, onde você também poderá pegar recomendações de guias credenciados.

Centro de Informações Turísticas de Prudentópolis

O que fazer em Prudentópolis

Um breve mergulho na Cultura Ucraniana

Inicie seu roteiro conhecendo o centro antes de se apaixonar pelas cachoeiras de Prudentópolis. No centro você poderá conhecer um pouco da cultura ucraniana através de suas igrejas, museus e comidas típicas.

Igreja Matriz São Josafat

Construída entre 1925 e 1928, em estilo bizantino, e tombada pelo patrimônio histórico do Paraná, a igreja possui cinco abóbodas, quatro delas representando os braços da cruz. Muitas das peças encontradas em seu interior foram trazidas da Ucrânia.

Foi uma das igrejas mais bonitas que já vi.

Igreja Matriz São Josafat

Igreja Nossa Senhora do Patrocínio

Foi construída entre os anos de 1945 a 1959, em alvenaria, tendo como padroeira Nossa Senhora.

Apesar de estar um pouco afastada do centro de Prudentópolis, com certeza você passará por ela na Rota das Cachoeiras!

Igreja Nossa Senhora do Patrocínio

Casas de madeira

Encontradas na parte rural de Prudentópolis, podem ser vistas a caminho das cachoeiras. São construções simples em madeira, pequenas e coloridas inspiradas na arquitetura ucraniana, polonesa, italiana e alemã.

Portal da cidade

Localizado na entrada pela BR 373 representa os elementos característicos da cidade: o pinhão, símbolo do Paraná, e a cúpula abobada típica das igrejas em estilo bizantino.

Portal de Prudentópolis

Tipografia Prudentópolis

O local abriga os equipamentos utilizados no sistema de tipografia (letra por letra) que eram utilizados para produzir o jornal “Prácia” inaugurado em 1912. O jornal foi o primeiro em língua ucraniana e é considerado o jornal mais antigo do Brasil ainda em circulação!

Colégio e Seminário São José

Em estilo eclético, foi fundado em 1935.

Colégio e Seminário São José

Praça Ucrânia

Sua construção, pela comunidade ucraniana da cidade, iniciou em 12 de agosto de 1986, quando comemorou-se o milênio do cristianismo na Ucrânia, o 90º aniversário da imigração ucraniana em Prudentópolis e 175º aniversário do poeta Taras Chewtchénko, filho da Ucrânia, que possui uma estátua de bronze de 3 metros de altura na mesma praça.

Museu do Milênio

O Museu do Milênio foi inaugurado em 1989 com o intuito de resgatar e preservar a memória e história do imigrante ucraniano. No acervo há diversos objetos tradicionais, documentos e fotografias relacionados ao povo ucraniano.

Museu do Milênio

Chegamos quase no horário de fechamento e acabou sendo ótimo, pois a recepcionista nos acompanhou durante toda a visita, nos mostrando os principais objetos e contando um pouco da história dos imigrantes. Foi bem interessante. Na época pagamos R$ 5,00 pela entrada.

Lá você também pode pegar informações sobre apresentações de música e dança típicas que sempre ocorrem na cidade nos finais de semana e datas comemorativas, como:

  • Março/Abril – Páscoa Ucraniana;
  • Junho – Festa São João Batista (com dez dias de duração);
  • Agosto – Festa Nacional do Feijão Preto, Noite Ucraniana e Semana da Comunidade Ucraniana;
  • Dezembro – Natal Verdade em dezembro.

Comida Ucraniana

Como estivemos na cidade no começo da semana, foi bem difícil encontrar um local que servisse comida ucraniana. Em geral ela é preparada somente nos dias de maior movimento na cidade, como finais de semana e feriados.

Mas foi após passar no centro de informações turísticas da cidade que finalmente conseguimos uma indicação que logrou positiva: Restaurante Cheiro da Terra.

Comida ucraniana - Restaurante Cheiro da Terra

O restaurante serve um menu de 3 passos com entrada, prato principal e sobremesa tipicamente ucranianas. Em agosto de 2021 o valor deste menu era de R$55,00 por pessoa.

Comida ucraniana - Restaurante Cheiro da Terra

Os pratos eram bem servidos para uma pessoa e estavam muito saborosos. Gostei bastante, principalmente ao comer novamente o Pierogi (Varéneke em ucraniano) que provamos e aprovamos durante nossos dias na Polônia, que tem uma culinária parecida.

Infelizmente não provamos a sobremesa, pois já havia acabado o trigo. Não sei se é algo que ocorre sempre ou se demos azar, mas o valor referente foi descontado da conta. Preferia ter experimentado o docinho…

Souveniers

A Krakóvia é um embutido defumado de carnes nobres de porco, lembrando muito lombo defumado, e é um produto típico de Prudentópolis. Você encontra em mercados e açougues da cidade.

Nós compramos na Casa de Carnes Alvorada, onde você também encontra queijos, doces e até pierogi para levar de lembrancinha!

Se prefere algo não perecível, uma boa opção é a Pêssanka, um ovo colorido pintado à mão que simboliza a vida, a saúde e a prosperidade. Uma lembrança tipicamente ucraniana, feita a mão, que você pode encontrar no Museu do Milênio.

Pêssankas

Não é ucraniana, mas vale a foto

Igreja Matriz São João Batista

Fundada em 1900, fica na praça matriz, pertinho do centro de informações turísticas.

Igreja Matriz São João Batista

As cachoeiras gigantes

Prudentópolis é conhecida como a terra das cachoeiras gigantes, por hospedar mais de 100 quedas com altura variando entre 64 e 196 metros, formadas pelos rios São João, dos Patos e Ivaí.

Todas as cachoeiras estão situadas em parques estaduais ou em propriedades privadas. As primeiras são gratuitas e as demais paga-se uma taxa de entrada.

Acesso às cachoeiras de Prudentópolis

Cachoeiras de Prudentópolis

Todas as cachoeiras de Prudentópolis estão ao menos a 10km de distância do centro.

As estradas que levam até elas estão em boas condições, sendo possível a chegada de qualquer tipo de carro. A pavimentação divide-se entre asfalto, terra com cascalho e bloquetes de concreto.

Ao longo de todo o caminho há placas indicativas, não tem como se perder.

Monumento Natural Salto São João

Estávamos acampados ao lado da entrada para este salto, no entanto, para nossa frustração, o horário de abertura estava desatualizado na internet, e os dois dias que lá estivemos ela estava fechada…

Por isso friso mais uma vez, entre em contato com o centro de informações turísticas antes da sua viagem.

Mas conseguimos vê-la através do drone, e realmente é impactante.

Cachoeiras de Prudentópolis - Salto São João

O Salto São João tem 84 metros de altura e destaca-se não só pela altura, mas também pelo volume de água. Localiza-se a cerca de 22 km do centro de Prudentópolis, em meio a uma floresta de araucárias.

Ah! Não é possível chegar até o pé da cachoeira, somente se tem vista de dois mirantes com acesso por trilha fácil, uma delas com acessibilidade. De um dos mirantes se tem uma vista mais distante e o outro fica bem na cabeceira da queda.

No local há estacionamento, banheiros e lanchonete. A entrada é gratuita.

Salto São Sebastião e Salto Mlot

Localizados em uma propriedade particular, a cerca de 30 km do centro de Prudentópolis, as cachoeiras São Sebastião, com 126 metros, e Mlot, com 110 metros, estão frente a frente, desaguando em um cânion.

Cachoeiras de Prudentópolis - Salto São Sebastião e Salto Mlot

Há mirantes de fácil acesso de onde é possível ter uma vista dos dois saltos e do cânion, além de uma outra trilhazinha que leva a uma gruta.

No entanto, se quiser ir até a base dos saltos, é necessário fazer uma trilha curtinha (uns 800 metros) porém beeem íngreme. Toda a trilha tem auxílio de cordas, o que facilita bastante, mas ainda considero como uma trilha de nível médio para difícil.

Ainda assim vale a pena o esforço. Ver os dois saltos de dentro do cânion é demais. Uma pena que fomos em época de seca e a queda tava bem ralinha, especialmente do Salto Mlot.

O local abre todos os dias, mas dê uma ligadinha antes para confirmar. Entrada paga.

Na mesma estrada, bem próximos, estão o Recanto Perehouski e Ninho do Corvo, ambos com opções de hospedagem, pequenas quedas d’água e atividades ao ar livre.

Salto São Francisco

O Salto São Francisco é a maior cachoeira de Prudentópolis, com 196 metros de queda livre, localizada em meio a um cânion.

O salto fica no Parque Municipal São Francisco da Esperança, entre os municípios de Prudentópolis, Guarapuava e Turvo, e conta com boa infraestrutura para receber o turista: estacionamento, banheiros, lanchonete, trilhas bem demarcadas e até camping.

Saindo de Prudentópolis, são cerca de 50 quilômetros do centro, com acesso por estrada de terra. Alguns trechos requerem um pouco de atenção, mas no geral em boas condições.

Reserve ao menos uma manhã ou uma tarde inteira para conhece-lo, pois só de deslocamento são mais de 2h ida e volta.

Cachoeiras de Prudentópolis - Trilhas Parque Municipal São Francisco da Esperança

São basicamente duas trilhas:

Uma curtinha e de nível fácil, que dá acesso a diversos mirantes e também ao Salto Cavalheiros, com cerca de 12 metros de altura, onde é possível tomar uma ducha.

Até a base do Salto São Francisco. Essa tem 8km, ida e volta, e é de nível médio para difícil. Reserve um dia inteiro e chegue bem cedo.

Entrada gratuita.

Salto Manduri

Localizado a cerca de 14 km do centro, também conhecido como salto Rickli, possui apenas 32 metros de altura. No entanto, nesse caso o que se destaca é sua largura de quase 100 metros.

A cachoeira está localizada dentro de uma propriedade privada. Para quem se hospeda na pousada/camping há isenção da taxa de visitação.

Salto Barão do Rio Branco

A cerca de 1km após o Salto Manduri está o Salto Barão do Rio Branco, que possui cerca de 64 metros de altura e grande volume de água, que é aproveitado na geração de energia elétrica.

É possível visitar a base e o topo através de uma escadaria com 478 degraus. Lá do alto além de ficar bem próximo da cabeceira da cachoeira, ainda se tem vista do cânion rio dos patos.

Apesar de estar em uma propriedade privada, a entrada é gratuita.

Salto Sete

Localizado numa propriedade particular, a cerca de 13 km do centro, o Salto Sete tem 77 metros de altura.

O parque funciona somente nos finais de semana e feriados, mas para aqueles que se hospedam por lá, é possível acesso à cachoeira todos os dias. Entrada paga.

Leia mais sobre o Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: