Hostel Picus – onde ficar Parque Nacional do Itatiaia

Se você é aventureiro, e o seu intuito é concentrar sua visita à parte alta do Parque Nacional do Itatiaia, a melhor opção de hospedagem é o Hostel Picus na cidade de Itamonte, já no estado de Minas Gerais.

O Hostel Picus está a apenas 5 km do acesso à estrada que leva ao Posto Marco Antônio Moura Botelho (Marcão), entrada da parte alta do Parque Nacional do Itaitiaia.

Parque Nacional do Itatiaia

O Parque Nacional do Itatiaia (PNI) situa-se grande parte na cidade de Itatiaia, no sul do Rio de Janeiro, na divisa com Queluz, em São Paulo, e Itamonte, Minas Gerais. É o parque nacional mais antigo do Brasil, criado em 1937.

No interior dele estão alguns dos picos mais altos do Brasil, como o famoso Pico das Agulhas Negras, com seus 2791,55 metros.

Dica de hospedagem para quem vai ao Parque Nacional do Itatiaia - Hostel Picus
Pico das Agulhas Negras visto da Pedra do Altar – Parque Nacional do Itatiaia

Ele é dividido em dois ambientes distintos:

  • Parte baixa – acesso pela rodovia Presidente Dutra (BR 116) na altura do km 316, próximo ao centro de Itatiaia. Nesta área encontramos diversas cachoeiras, a Lagoa Azul, o Três Picos e o Mirante do Último Adeus.
  • Parte alta – acesso pela rodovia BR 354, sentido Itamonte. Aqui que estão os picos mais altos do parque. Além das Agulhas, tem o Morro do Couto (segundo ponto mais alto do parque com 2680,99 metros de altitude), as Prateleiras, dentre outros.

Em geral, as trilhas da parte baixa são de nível fácil a médio e não muito longas. Já as da parte alta é para aqueles que gostam de caminhar e buscam desafios, que era exatamente o nosso objetivo nesta nossa primeira visita ao parque!

Visitando o Parque Nacional do Itatiaia – onde se hospedar

Para decidir onde se hospedar você precisa responder a algumas perguntas:

  • Vou visitar algum outro lugar além do parque?
  • Quantos dias vou reservar para o parque?
  • Vou visitar só a parte alta, só a parte baixa ou as duas partes?

Caso você pretenda visitar a parte alta somente um dia ou nenhum dia, melhor procurar hospedagens em Itatiaia (10km), Penedo (22 km), Resende (27 km) ou Visconde de Mauá (47 km).

Destas, as que oferecem mais opções de hospedagem, de onde comer e também de atrações são Penedo e Visconde de Mauá, porém esta última também é a mais distante da entrada da parte baixa do PNI.

Ainda, se você irá aproveitar todos os seus dias somente com as atrações da parte baixa do parque, há algumas opções de hospedagens em seu interior, como o Hotel Donati e Hotel do Ipê.

Agora se sua visita se concentrar na parte alta do PNI (a queridinha dos alpinistas, campistas, amantes da aventura e da natureza selvagem), você tem como opção o camping dentro do Parque, concorridíssimo por sinal, ou algumas das hospedagens que beiram a BR-354.

Mas por que não se hospedar nos mesmos lugares anteriormente citados? Porque o acesso até o Posto Marcão está a 52 km do centro de Itatiaia, por exemplo, e se dá por uma serrinha cheia de curvas, parte asfaltada, parte em estrada de terra, que leva pelo menos 1h30 para ser percorrida.

É aí que entra o Hostel Picus!

Hostel Picus

O Hostel Picus está localizado entre os km 768 e 769 da BR 354, sentido centro de Itamonte. Pode colocar no google maps que não tem erro. Ele indica o lugar certinho!

Fachada do Hostel Picus
Fachada do Hostel Picus

Como eu já comentei, o hostel está a cerca de 5 km de distância da estradinha de terra que leva até o Posto Marcão, com cerca de 13 km de extensão.

Essa estradinha requer um pouco de atenção, em especial daqueles que estão em carro baixo. Logo, estar mais perto desse acesso economiza não só tempo, mas também energia para gastar tudo nas inúmeras opções de trilhas da parte alta do PNI.

Vale lembrar que para algumas trilhas é conveniente estar lá na hora que o parque abre, e a fila de entrada nos finais de semana da alta temporada pode demorar horas.

O Hostel Picus não só oferece localização, mas também um ambiente super agradável e com ótima infraestrutura.

Os donos, o Felipe e a Tatá, esbanjam simpatia! Apaixonados por escaladas e aventuras, eles criaram um refúgio de montanha com uma energia deliciosa!

Filhos do Felipe e da Tatá (faltou um ainda)!

Mas o Hostel Picus não atende somente os aventureiros do PNI. Ele também é uma excelente opção para quem vai fazer a Travessia da Serra Fina ou outros atrativos da Serra da Mantiqueira. Pergunte ao Felipe, ele terá o maior prazer em te dar várias dicas!

Estrutura do Hostel Picus

Três edificações compõem o Hostel Picus, situadas em três diferentes níveis do terreno. Nas três há quartos e banheiros.

Um pouco da área externa do Hostel Picus.

duas áreas para estacionar: uma na parte alta, na beira da estrada, e outra na parte mais baixa do terreno, com acesso por uma estradinha de terra paralela à BR-354.

Toda a área do terreno é bem iluminada por lâmpadas LED, algumas com acionamento automático. Há também wifi gratuito!

O Hostel Picus oferece estas opções de hospedagem:

  • Suítes e quartos casal;
  • Quartos família;
  • Quartos compartilhados;
  • Camping – aceitam barracas de chão e de teto.

Todos os quartos têm travesseiros, roupas de cama e cobertores disponíveis. Toalhas não estão incluídas, mas podem ser alugadas no local.

As barracas de teto são acomodadas no estacionamento da parte baixa, próximo à área da fogueira, onde há um ponto de energia e uma torneira.

Áreas para camping.

Há banheiros masculinos, femininos e unissex. O aquecimento da água é solar e com backup a gás, então não se preocupe que sempre haverá um gostoso banho quentinho! Ah! Os banheiros femininos têm secador!

Um dos banheiros femininos.

Além disso, há cozinhas comunitárias, com fogão, geladeira e alguns utensílios de uso coletivo. Uma delas está no mesmo ambiente de uma gostosa sala comunitária com lareira.

Do lado de fora, além do jardim super bem cuidado, há mesas e bancos e uma área para fogueira. O Felipe já deixa várias madeiras cortadas. É só chegar e acender a fogueira! Não sabe fazer fogo? Não se preocupe, é só chamar o Felipe!

Área da fogueira do Hostel Picus

Refeições no Hostel Picus

Na primeira edificação, a que fica na beira da estrada, há um bar onde é servido o café da manhã e que durante a noite abre para socialização dos hóspedes.

Duas coisas chamam a atenção no bar: as paredes são todas de escalada e o mirante tem uma vista linda da Serra da Mantiqueira, destacando-se a Pedra do Picu.

Todas as diárias, seja qual for a opção escolhida, incluem café da manhã. Caso não queira, só avisar no ato da reserva que será descontado o valor referente ao café. No caso do camping a diária é de R$ 70,00 com café da manhã e R$ 50,00 sem.

Além disso, caso queira, é possível incluir em sua diária jantar, massas, caldos e lanches para trilha.

Como foi nossa experiência no Hostel Picus

A indicação!

Quando comecei a pesquisar onde nos hospedar para visitar a parte alta do PNI, achei que Visconde de Mauá seria uma boa opção. Acreditava que a entrada da parte alta era por ali.

Mas somente após falar com a guia que contratamos para fazer as trilhas fiquei sabendo que a cidade seria uma péssima opção, já que estaríamos a cerca de 90 km de distância da verdadeira entrada da parte alta.

Até mesmo alguns campings que entrei em contato na região não sabiam me informar onde era esta entrada.

Vista do Hostel Picus durante o nascer e pôr do sol, respectivamente.

Assim, com a localização correta em mãos, comecei a procurar em Itamonte, já que 2 dos nossos 3 dias seriam reservados à parte alta do PNI.

Ainda sem encontrar nada que nos agradasse na região, pedi ajuda em um grupo de camping do facebook e me recomendaram o Hostel Picus. Ao ver as fotos no instagram, não tive dúvidas. Era ali que iríamos nos hospedar!

Experiências Bárbaras!

Chegamos no meio da tarde de sexta. Fomos recebidos pelo Felipe e pela Tatá, que nos mostraram toda a estrutura do hostel e nos ajudaram a escolher o melhor lugar para colocar a Betty Boop, nossa carretinha com a barraca de teto (a Smurfette).

Pulseiras de identificação do Hostel Picus
Estas pulseiras nos foram entregues no check in. Elas contêm nosso número de identificação. Com esse número você se identifica quando for consumir algo do bar, refeições avulsas, por exemplo.

À noite, o Felipe acendeu a fogueira para a gente e o friozinho pedia um fondue com vinho! Putz, havíamos esquecido o vinho branco. Mas não tem problema. Fomos ao bar e lá eles têm uma adega com algumas opções, com boas opções de rótulos e preços bem legais!

Bar do Hostel Picus
Olha a adega aí!

Naquela noite o hostel ainda não estava muito cheio, mas acabamos conhecendo um grupo de 3 pessoas (um casal e um amigo), com quem ficamos batendo papo e tomando vinho em frente à fogueira em uma noite de lua cheia e céu estrelado.

Isso é o que mais amo em acampar. Esse contato genuíno com a natureza, a simplicidade e as confraternizações em frente à fogueira!

No dia seguinte o hostel lotou! Era um sábado, já no início da temporada. E engana-se você se acha que ficou complicado de usar a área comunitária.

Nascer da lua cheia no Hostel Picus
E essa lua maravilhosa nascendo!

Como há muitos banheiros e cozinhas, em nenhum momento tivemos que enfrentar filas. Tampouco observei qualquer problema com limpeza, falta de papel higiênico ou papel toalha nos banheiros.

E a fogueira?

Já na fogueira foi diferente. O grupo aumentou! De pouco em pouco, as pessoas foram chegando…teve até cantoria com violão, nas mãos de uma experiente soprano! Para não fazer feio a nenhum luau (e que lua, aliás!). Até o Felipe veio interagir com a gente! E a conversa fluiu até que o vinho acabasse e o sono ganhasse a batalha!

Veredicto

Tomamos uma ótima decisão ao escolher o Hostel Picus. Nos sentimos em casa, fomos muito bem recebidos, ótima localização, ótima estrutura e astral incrível.

Um lugar comandado com tanto carinho só poderia atrair hóspedes de ótimo astral. Parabéns Tatá e Felipe pelo ótimo trabalho que estão fazendo! Vocês merecem tanto retorno positivo!

Só vá!

Contato e Redes Sociais do Hostel Picus

Camping

Leia sobre nossas experiências em outros acampamentos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: