Camping do Léo em Ilhabela Praia dos Castelhanos

Camping em Ilhabela? Apesar de já frequentar a Ilha há anos, nunca havíamos pensado em acampar por lá, afinal tínhamos opções mais cômodas que eram a casa da vó do Yu e a pousada do nosso sindicato.

No entanto, após a viagem para a Namíbia, ampliamos nossos horizontes e acampar não só se tornou uma opção mais que viável, como têm sido nossa predileta nesse mundo em pandemia.

Acampar acabou tornando possível ver um nascer do sol no mar em Ilhabela, possível somente para aqueles que estão na Praia dos Castelhanos.

Nascer do sol Praia dos Castelhanos Ilhabela

A convite do Camping do Léo, fomos viver essa experiência mais que bárbara que ainda calhou com o aniversário do Yu e o nosso aniversário de 17 anos!

Como chegar na Praia dos Castelhanos

A Praia dos Castelhanos fica do lado leste de Ilhabela, acessível somente por estrada de terra ou barco. A trilha por terra, apesar de fácil, não é permitida para carros comuns, somente 4×4.

A trilha de ida para veículos só pode ser realizada das 7 às 14h. A volta somente das 15 às 18h.

São cerca de 17km em meio à mata atlântica. Não é permitido o trânsito de veículos na praia, exceto para aqueles que estão hospedados em um dos campings ou quartos disponíveis na praia, e somente para ir até o local da hospedagem.

Trilha Praia dos Castelhanos Ilhabela

Para os demais, é necessário deixar seu veículo no estacionamento no fim da trilha e de lá seguir a pé até a praia, cerca de 500 metros.

Camping do Léo

O camping do Léo foi o primeiro camping de Castelhanos, talvez um dos primeiros de Ilhabela, inaugurado há cerca de 20 anos.

Camping do Léo em Ilhabela

O Sr. Léo nasceu em Castelhanos e saiu de lá somente para estudar, voltando para ajudar a família. Seu pai e avô também eram caiçaras e ambos viveram além dos 100 anos de idade!!! Os dois dias que lá passamos nos fizeram entender o motivo dessas vidas tão longevas!

Estrutura

O camping possui uma estrutura rústica, porém bem completa e confortável.

Situado em frente ao mar, atrás do parquinho da Praia dos Castelhanos, são 6 áreas cobertas.

Camping do Léo em Ilhabela
O parquinho!

Todas apresentam mesas, cadeiras, churrasqueira e lonas onde podem ser montadas as barracas. O espaço permite também estacionar seu veículo na mesma área, protegido do sol e da chuva.

Em 4 dessas áreas há pia com torneira com água potável vinda da cachoeira. Nas outras duas, a pia está localizada a poucos passos de distância.

Camping do Léo em Ilhabela

O local também comporta veículos com barracas de teto, que podem estacionar na parte posterior do terreno do camping, sombreada por árvores.

Banheiros

No centro do terreno há uma edificação onde há 5 banheiros. Desses, 3 são completos com duchas aquecidas por aquecedores a gás. Os outros 2 banheiros possuem apenas vaso e pia.

Camping do Léo em Ilhabela
Edificação onde estão os banheiros

Além disso, há 3 duchas de água natural entre as áreas de camping, sendo 2 delas cercadas, sendo possível tomar banho. O que não é uma má ideia para os dias quentes de verão de Ilhabela.

Um dos banheiros completos à esquerda e banheiro sem ducha à direita.

Energia elétrica

A maioria das edificações de castelhanos apresentam energia elétrica proveniente de energia solar, instalada pela própria concessionária.

Camping do Léo em Ilhabela

No camping do Leo há também um gerador, que é ligado a noite, por volta das 18h e desligado por volta das 23h, o que supre a iluminação das áreas de camping e a necessidade de energia elétrica dos campistas.

Na mesma edificação dos banheiros, há tomadas de uso coletivo, alimentadas pela energia solar. Além disso, em cada uma das seis áreas cobertas há tomadas e lâmpadas alimentadas pelo gerador.

Camping do Léo em Ilhabela

A energia solar é 24h, alimentada pelo conjunto de baterias, mas não suportam muita carga. Assim, dá para carregar os eletrônicos, e até alimentar uma pequena geladeira de camping durante a noite, mas não para secar o cabelo ou usar um grill elétrico.

Limpeza

Não só os banheiros, mas também todo o terreno do camping estava bem limpo. Ao longo do dia vimos não somente o Sr. Léo, mas também outras pessoas da família rastelando a areia para tirar folhas.

Os banheiros também estavam bem limpinhos. Havia papel higiênico, sabonete e álcool em gel à disposição dos campistas.

Uma coisa curiosa que notamos foi que um pequeno caranguejo morava no ralo da pia de um dos banheiros. Coisa que só acontece em um camping “pé-na-areia”. Depois do susto inicial de ter confundido com uma aranha, achamos este inquilino muito simpático.

Camping do Léo em Ilhabela
Olha ele ali correndo de volta para o ralo!

As pias também estavam limpas. As grelhas das churrasqueiras estavam um pouco oxidadas pela maresia, algo compreensível ali, mas encontramos fragmentos de tijolo perto para limpa-las.

Havia lixeiras não somente próximas às áreas cobertas, mas também em outros pontos do terreno.

Reservas e valores

A diária do camping do Léo na Praia dos Castelhanos em Ilhabela, atualmente custa R$ 25,00 por pessoa.

As reservas podem ser feitas com o Paulo pelo whatsapp no número (12) 99191-5244.

As reservas devem ser feitas com antecedência para que o Paulo possa pedir autorização de entrada ao Parque Estadual de Ilhabela.

Observação importante

Caso vá de carro, o veículo só será autorizado a atravessar o rio para chegar ao camping até às 11h. Caso contrário, o veículo deverá permanecer no estacionamento até que seja liberado o acesso após às 17h.

Portanto, se programe para chegar na portaria da praia dos Castelhanos até 11h.

Nós costumamos fazer a trilha em cerca de 1h, sem paradas. Mas é melhor considerar 1h30 para caso a trilha esteja um pouco mais movimentada ou até mesmo mais difícil de percorrê-la (como em épocas de chuva). Melhor prevenir que remediar!

Por este motivo, se hospedar em Castelhanos requer que você durma no dia anterior do lado oeste da Ilha para iniciar a trilha até 9h30 no dia seguinte.

Outra coisa a ter em mente é que no verão o rio fica mais alto, e alguns veículos sem snorkel podem ficar impossibilitados de cruza-lo.

Trilha Praia dos Castelhanos Ilhabela
Riozinho ainda baixo

Como foi nossa experiência no camping do Léo em Ilhabela

Iniciamos a trilha por volta das 10h, horário da chegada na entrada do Parque Estadual de Ilhabela, onde verificaram se tínhamos autorização.

A trilha naquele dia estava tranquila, alguns trechos um pouco enlameados, mas nada muito técnico. Chegamos no estacionamento da praia às 10h55, sendo permitido nosso traslado até o camping do Léo.

Chegada ao camping

Ao chegar lá fomos recepcionados pelo Paulo, mas nem sempre será ele quem o fará. No dia seguinte um casal foi recepcionado pelo próprio Sr. Léo.

Ele nos mostrou o camping, nos deu dicas de onde comer e ainda conseguiu com o Sr. Léo uma extensão gigante para podermos ligar nossa geladeirinha na tomada solar da edificação de uso coletivo!!

Camping do Léo em Ilhabela
Tomada improvisada que o Sr. Léo fez para ligar nossa geladeirinha!

Escolhemos uma das áreas cobertas para deixar o carro e fomos fazer umas trilhas para aproveitar o dia, já que o sol em Castelhanos some atrás das montanhas por volta das 16-17h.

No fim da tarde, montamos nossa barraca e fomos curtir o mar que tava morninho naquele horário. À noite, o gerador foi acionado e fez-se a luz no camping!

Hora de tomar banho

Fomos tomar banho e bateu um pânico quando a água não esquentava! Mas era porque o gás, proveniente de um botijão localizado na parte externa ao banheiro, estava fechado!

Depois que descobrimos isso, tivemos um banho quente, com bastante água, bem gostoso. Dito isso, fica a dica: atente-se se o gás está aberto antes de se desesperar (e de tirar a roupa)!!!

Camping e praia só nosso!

À noite, estávamos somente nós. Os outros campistas, que encontramos pela manhã, foram embora por volta das 15-16h. Acendemos a churrasqueira para fazer nosso churrasco e ficamos ali, curtindo uma musiquinha, bebendo um vinho ao som do mar e das cigarras.

Camping em Ilhabela

Em certo momento o Sr. Léo apareceu para conversar com a gente e em suas mãos trazia um enorme guaiamu (um caranguejo), vizinho que mora no mangue ao lado. Ele nos disse que em noites de lua cheia o camping fica lotado deles! Mas não se preocupe, eles não fazem nada.

Camping do Léo em Ilhabela

Após jantar, fomos caminhar na praia. Uma pena que a noite estava nublada, pois naquele momento as luzes eram escassas. Víamos somente um contorno tímido das montanhas e umas raras estrelas. Imagina se não tivesse nublado que espetáculo teria sido.

Fomos dormir cedo, tínhamos que acordar às 5h para ver o nascer do sol, o primeiro em Ilhabela. Somente quem mora ou se hospeda por ali tem esse privilégio, já que o sol só aparece do lado oeste da Ilha por volta das 8-9h da manhã.

Nosso primeiro nascer do sol em Ilhabela

O despertador tocou e ao abrir a barraca nos deparamos com aquele céu em tons de rosa e laranja. Uhu! O céu estava parcialmente limpo, ia rolar ver o nascer do sol.

Nascer do Sol Praia dos Castelhanos Ilhabela

Adendo: A previsão do tempo para Ilhabela muitas vezes não vale para Castelhanos, pois as nuvens muitas vezes ficam presas nas montanhas, e de um lado chove, do outro faz sol.

E gente, que nascer do sol! Um dos mais lindos que já vi! Valeu a pena madrugar!

Nascer do sol Praia dos Castelhanos Ilhabela

Depois que o sol já estava mais alto e os borrachudos já tinham feito a festa nos nossos pés (borrachudos adoram o nascer e o pôr do sol, como a gente), voltamos a dormir.

Castelhanos nublado

Mesmo com o dia nublado, estava bem quente. Mas a preguiça após um café da manhã caprichado tava gigante! Nos sentamos na praia, observamos o dia passar e os visitantes diários chegarem.

Camping em Ilhabela
Antes ainda teve tapioca de queijo branco!

A maré estava super baixa. Decidimos ir a pé até a ilha que fica em frente à praia de castelhanos. A água ainda estava quentinha. Até que começou a chuviscar.

Por conta de uma experiência não muito agradável com chuva e raios na praia do Bonete (um dia conto esse perrengue bárbaro!), voltamos correndo, tomamos uma ducha e a chuva ficou só na ameaça mesmo.

Seguimos fazendo um monte de nadas. E olha, foi uma delícia.

Camping em Ilhabela
Curtindo preguiça e a vista na barraca!

No meio da tarde, fizemos mais um churrasco e começamos a desmontar o acampamento. Antes de irmos embora, conversamos mais um pouco com o Sr. Léo, que nos contou um pouco sobre sua vida e sobre o camping, um dos primeiros em Ilhabela.

Iniciamos a trilha de volta por volta das 17h e chegamos no lado oeste a tempo de curtir um pôr do sol no mar tão lindo quanto o nascer.

Nos sentimos privilegiados de termos tido essa experiência que poucos já tiveram por lá. E ainda no mesmo dia! Pense, quantas vezes na sua vida você viu o sol nascer E se pôr no mar no mesmo dia?

Pôr do Sol Praia do Perequê Ilhabela
Pôr do sol visto da praia do Perequê

E os borrachudos?

Sabidamente a praia dos Castelhanos tem borrachudo. Essa era uma das minhas grandes preocupações no camping em Ilhabela, já que sou um pouco alérgica a esses demoninhos.

De manhã cedinho, entre 5-8h, e no fim da tarde, entre 16-18h, eles realmente judiam. Então use e abuse do repelente (compre os de icaridina, os de citronela vendidos na ilha e veja qual te protege melhor) e/ou se proteja com roupas.

Ao longo do dia eles existem, mas não incomodam tanto como nesses dois. Mas o melhor de tudo é que eles desaparecem depois que o sol se põe!!!!! A noite foi simplesmente maravilhosa, sem nenhum borrachudo para encher o saco!!

No entanto, mantenha a barraca fechada, porque tem um pouco de pernilongo. Esses não me incomodam, exceto pelo zunido na orelha. Mas sei que algumas pessoas também são alérgicas a eles.

Quando saímos para ver o nascer do sol esquecemos a barraca aberta. Todos os pernilongos que estavam passeando a noite decidiram ir dormir dentro da nossa barraca. Ficamos um tempinho enxotando os sanguessugas, com o perdão do trocadilho!

Resumindo: a experiência de camping em Ilhabela não foi traumática e voltaria a fazer novamente com certeza!!!

Se fosse na Praia do Gato, já não tenho tanta certeza se não seria traumático!!!

Veredito sobre o camping do Léo em Ilhabela

Foi um dos campings mais gostosos que já tive oportunidade de me hospedar.

Apesar de simples, está muito bem estruturado e proporciona muito conforto aos seus hóspedes, principalmente se considerar que está localizado em uma comunidade isolada com muitos poucos recursos.

Para quem procura tranquilidade e se desconectar um pouco da vida, não tem lugar melhor em Ilhabela!

Se quiser ver mais do camping, dá uma olhada nos destaques “Camping do Léo” no meu Instagram!

2 Comentários

  • Fernanda Fonseca

    Boa tarde, que relato incrível.
    Adorei, você tem mais dicas de viagens, campings em lugares legais para casal.
    Se puder me indicar, esse já anotei tds os pontos.
    Muito obrigada.

    • barbaracortat

      Olá Fernanda, tudo bem?
      Essa viagem foi bem gostosa!
      Olha, aqui no blog tem sobre a Namíbia, onde acampamos quase todos os dias, mas por hora só escfrevi mais detalhadamente de um camping.
      Aqui no Brasil já escrevi sobre o camping de Socorro, mas em breve sai também sobre o que ficamos em São Bento do Sapucaí e Bofete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: