Brasil,  Minas Gerais,  Organizando sua Viagem,  Pouso Alegre,  Road Trip

O que fazer em Pouso Alegre

Nossa road trip por Minas Gerais iniciou por volta das 9h de uma quinta feira. A viagem de Sampa até Brumadinho era longa, cerca de 7h. Logo, teríamos que parar em algum lugar para almoçar. Por que não aproveitar para conhecer um lugar novo?

Ao invés de comer em qualquer lugar na estrada, onde os preços são geralmente muito altos e as opções não são tão boas assim, decidimos unir o útil ao agradável e incluir Pouso Alegre no roteiro, que estava no meio do caminho e o desvio era mínimo.

Mas o que fazer em Pouso Alegre?

A maioria dos pontos no nosso roteiro ficavam no centro, muito próximos um do outro.

Só nessa foto dá para ver 3 pontos!

O centro da cidade tem zona azul, mas custa baratinho, somente R$ 2,00 a hora. Você pode baixar o app ou procurar uma loja credenciada para validar seu tempo. Validamos por 2h. Não tivemos problema para encontrar vaga!

Onde comer

Antes de mais nada, vamos comer! Após ler alguns relatos em blogs e no TripAdvisor o escolhido foi o “Restorante O Caipira”, que além de comida boa fica no centro, pertinho dos principais pontos que iríamos conhecer naquele dia!

O restaurante tem arquitetura e decoração simples e rústica, remetendo à tradição caipira do interior do nosso país. Oferece as modalidades “self-service” e “coma à vontade” da típica, caseira e deliciosa comida mineira. Não me recordo exatamente o preço agora, mas a conta não passou dos R$ 50,00 reais incluindo dois “coma à vontade”, uma bebida e uma sobremesa (o escolhido, lógico, foi doce de leite!).

O que fazer no centro de Pouso Alegre

Devidamente alimentados, iniciamos nossa caminhada pelo centro passando pelos seguintes pontos:

– Teatro Municipal – réplica do teatro de Milão, foi construído em 1875. Nós não chegamos a entrar, mas é possível a visita fora dos dias de espetáculos;

– Escola Estadual Monsenhor José Paulino – construída em 1912;

– Biblioteca Pública Municipal de Pouso Alegre e Centro Cultural Cleonice Bonillo Fernandes – instalados em um lindo edifício com contornos clássicos, oferece atividades culturais e artísticas;

– Clube Literário e recreativo – inaugurado em 1926 em um edifício quase centenário, é ponto de encontro de poetas, historiadores e amantes da cultura literária;

– Catedral Metropolitana Bom Jesus – com estilo neogótico, foi erguida na década de 30 onde anteriormente havia duas outras edificações religiosas, uma datada de 1802 e a segunda de 1857. Os vitrais são fantásticos;

– Mercado Municipal – além de poder comprar alimentos, há pingas, artesanato, roupas e outros objetos. Também é possível degustar o pastel de farinha de milho, típico da culinária mineira;

Eu amo visitar mercados municipais e um dos meus preferidos é o Mercadão de Sampa, principalmente para comer o famoso sanduíche de mortadela! Essa e outras atrações estão incluídas no roteiro pelo centro de São Paulo.

– Conservatório Estadual de Música Juscelino Kubitschek de Oliveira – instalado no antigo Colégio Santa Dorotéia, hoje é o centro musical mais conceituado da região;

E fora do centro

Fora do centro queríamos ir até o Cristo Redentor, segundo maior do Brasil com seus 32 metros de altura, situado em um mirante de onde se tem uma vista privilegiada da cidade.

No entanto, deu a louca no Google, e ele mandou a gente por um caminho tão alternativo que não deu em lugar nenhum!! De qualquer forma nem tudo estava perdido, o caminho valeu se perder!

Indo para o nada!

Informe-se com os locais qual a melhor forma de chegar no mirante porque o Google não sabe!!!

Organize uma viagem pelas cidades históricas de Minas também!

Você pode incluir também:

– Prédio antigo da Faculdade de Direito do Sul de Minas – um bonito edifício com inspiração na arquitetura grega;

– Escola Estadual Dr. José Marques de Oliveira – construída em 1927;

– Museu Histórico Tuany Toledo – conta um pouco da história da região através de fotos, documentos, livros e outros objetos, alguns com mais de um século de história;

– Restaurante Costela no Bafo – em uma outra oportunidade pretendemos comer lá. Só a descrição de como é feita a costela é de fazer babar. Uma amiga disse que é surreal de deliciosa!

Em Mariana você pode ir ao Restaurante Lua Cheia, incluído no bate e volta mais charmoso de Minas!

– A seguidora Vanessa Carlos também recomendou a Padaria Primor, com seus pães, bolos, broas etc., todos feitos com muito capricho!

Ela também disse que durante a floração dos Ipês, entre os meses de junho e julho, a parte rural fica ainda mais bonita. Já amei sem flores, imagina que lindo que deve ficar tudo florido!

Parece uma pintura!

Você já conhece a cidade? Acrescentaria mais alguma atração nesta lista do que fazer em Pouso Alegre?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: