Brasil,  Mariana,  Minas Gerais,  Organizando sua Viagem,  Road Trip

Roteiro de 1 dia em Mariana MG

Mariana foi a primeira vila, a primeira capital, sede do primeiro bispado e a primeira cidade a ser projetada em Minas Gerais. A “Primeira de Minas” é um dos municípios mais importantes do Circuito do Ouro, da Trilha dos Inconfidentes e do Circuito Estrada Real. A cidade foi tombada em 1945 como Monumento Nacional.

Andar por suas charmosas ruas de pedra nos remete ao tempo do Brasil Colônia através de seus casarões.

Já estive em Mariana duas vezes, nas quais fiz uma bate e volta a partir de Ouro Preto. Em meio período é possível conhecer seu fofo centrinho histórico. No entanto, se for incluir o passeio de trem e a visita a alguma mina, é aconselhável reservar o dia todo. Para montar esse roteiro por Mariana, considerei minhas duas experiências na cidade!

Na segunda vez fizemos um roteiro de carro de 6 dias pelo sul de Minas!

Como chegar em Mariana?

Distando apenas cerca de 115 km de Belo Horizonte e cerca de 14 km de Ouro Preto, esse roteiro de um dia em Mariana é possível para saída de ambas as cidades. No entanto, considero como dobradinha perfeita com Ouro Preto.

Sabe outra dobradinha que também é incrível? Cunha e Paraty, que une o charme do interior com as belezas do litoral!

Saindo de BH, você tem a opção de ir de carro, viagem com duração entre 1h30-2h, ou a opção de ir de ônibus. Este trajeto é realizado pela Viação Pássaro Verde e dura cerca de 2h10, com parada em Ouro Preto.

Vista aérea da Igreja São Pedro dos Clérigos

Saindo de Ouro Preto, as três opções mais utilizadas são carro, ônibus e trem.

Carro

A viagem dura no máximo 20 minutos. No centro histórico de Mariana o estacionamento é rotativo. Mas se você se afastar apenas duas ruas do miolinho do centro, já há vagas não pagas!

Ônibus

A empresa que faz esse trajeto é a Viação Transcotta. O ônibus parte próximo da Praça Tiradentes, em Ouro Preto, e o ponto final em Mariana fica próximo à Praça Minas Gerais. O trajeto tem duração de cerca de meia hora ao valor de R$ 5,20 (junho/2020).

Para obter os horários de saída atualizados, visite o site oficial.

Passeio de Trem Ouro Preto – Mariana

Para muitos turistas não pode faltar esse passeio no roteiro por Mariana e Ouro Preto! Na primeira vez que estive na cidade fiz esse passeio. Na segunda preferimos fazer de carro.

Cachoeira do Bigode

A linha de trem entre Mariana e Ouro Preto foi construída entre 1883 e 1914 e tem 18 km de extensão. Entre 2004 e 2006 a Vale revitalizou a linha, restaurou as quatro estações do percurso, bem como os carros e as locomotivas.

Os ingressos podem ser comprados online ou nas duas estações, neste caso de quarta a domingo. Se estiver indo na alta temporada, considere comprar online para não ficar sem. Pode ser também que você não consiga sentar junto do seu grupo ou lugares do lado direito na ida ou esquerdo na volta, os melhores para apreciar a vista!

Existem duas opções de vagão: convencional e panorâmico. A diferença é que o segundo é climatizado e possui janelas maiores.

Nesta foto dá para ver os dois tipos de vagões.

Há banheiros e bebedouros (aproveite para encher suas garrafinhas reutilizáveis) gratuitos nas duas estações, mesmo àqueles que não irão embarcar. Há banheiros também nos trens.

O embarque inicia cerca de 15 minutos antes da partida. O passeio dura por volta de 1h, durante o qual um alto falante fornece informações turísticas e conta um pouco da história dos trens.

Direito do túnel do tempo. Um baby 11 anos atrás na maria fumaça!

Os passeios são realizados de sexta a domingo e feriados. Há desconto para estudantes, crianças, idosos e para compra conjunta das passagens de ida e volta. Para horários e valores atualizados, consulte o site oficial.

Minha sugestão

Caso ache imprescindível no seu roteiro por Mariana o passeio de trem, sugiro que faça somente um dos trechos de trem e o outro faça de ônibus.

Isso permitirá que você aproveite melhor seu tempo na cidade como também facilitará sua visita à Mina da Passagem, situada entre os dois munícipios.

Centro Histórico de Mariana

Mariana é super pequenininha e dá para visita-la toda a pé. Ao contrário de Ouro Preto são poucas as ladeiras que separam os principais pontos turísticos. Separe seus sapatos mais confortáveis e anote alguns pontos que não podem faltar no seu roteiro por Mariana!

Estação Ferroviária de Mariana

Inaugurada em 1914 e em atividade até os anos 90, ficou em estado de abandono até sua revitalização finalizada em 2006. Atualmente abriga um complexo composto pela Praça Lúdico-Musical, Biblioteca da Estação, Espaço Museográfico, pelo lindo casarão e por vagões fixos expostos na área externa como a locomotiva “Loco 201”, fabricada na República Checa em 1949, responsável pelo passeio de trem entre Ouro Preto e Mariana até 2010.

Praça Minas Gerais

É a principal praça da cidade, lá você encontrará 4 pontos importantes:

Praça Minas Gerais em 2009 x 2020

– Igreja São Francisco de Assis – lá estão os restos mortais de Mestre Ataíde, responsável pelas pinturas da nave e da sacristia. Os púlpitos em Pedra Sabão são atribuídos a Aleijadinho. Sua construção se deu entre 1762 e 1794. Entrada paga.

– Igreja Nossa Senhora do Carmo – sua construção foi iniciada em 1783 e finalizada só no século seguinte. Em 1999 a igreja sofreu um grande incêndio quando foram perdidas as pinturas de Francisco Xavier Carneiro, com o desabamento do teto. No entanto, o fogo não atingiu o altar-mor.

– Casa da Câmara e Cadeia – arquitetura e mobiliário da época de sua construção, entre os séculos XVIII e XIX. Atualmente funciona como Câmara dos Vereadores, mas já foi uma cadeia.

– Pelourinho no centro da praça – nos lembra da parte repugnante de nossa história com trabalho escravo. Porém não deve ser esquecida, para evitar que erros do passado sejam repetidos.

Praça (Largo) Cláudio Manoel da Costa ou Praça da Sé

Onde encontramos a Catedral Basílica da Sé ou Nossa Senhora da Assunção. Concluída em 1760, é uma das mais ricas e importantes igrejas mineiras. Seu interior é decorado por obras de Mestre Ataíde e Aleijadinho.

Nem avisam que vão tirar foto…

Sextas às 11h30 e domingos às 12h15 há concertos no órgão alemão Arp Schnitger, único localizado fora da Europa. Datado da primeira década do século XVIII, chegou em Mariana em 1753, presente do rei D. João V ao primeiro bispo de Minas.

11 anos depois, mudou de cor!

Igreja São Pedro dos Clérigos

Esta igreja foge um pouco da típica arquitetura colonial brasileira apresentando grande influência italiana. Sua construção iniciou-se na segunda metade do século XVII e está paralisada há mais de um século. É permitido subir na torre, mas, por estar localizada no alto do morro, a vista da cidade da parte externa já é linda. Por isso não deixe de incluir no seu roteiro por Mariana! Entrada paga.

Praça Gomes Freire

Praça bastante arborizada e cercada de casarões coloniais bem preservados. Antigamente era utilizada para cavalhadas e touradas (há até hoje um bebedouro para animais construído em 1747), festas religiosas e reais.

Em 2020 ela tava toda cercada por tapumes (foto inferior).

Ruas Dom Silvério, Rua Direita e R. Dom Viçoso

Se perca entre elas!! Você encontrará diversos edifícios dos séculos XVIII e XIX, a maioria bem conservada.

Outros pontos que podem te interessar:

Museu da Música – criado em 1960 abriga documentos ligados à prática musical desde os primórdios da história da região. É considerado uma das principais instituições devotadas à memória da música brasileira.

– Museu Arquidiocesano de Arte Sacra de Mariana – funciona em um edifício de 1770, que anteriormente abrigava a Casa Capitular, onde ocorriam as reuniões dos cônegos. Seu acervo contém objetos utilizados no cerimonial religioso, incluindo obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde. Entrada paga.

Mina da Passagem

Acho interessante incluir ao menos uma visita a uma mina no seu roteiro por Mariana e Ouro Preto. É uma visita que nos ajuda a conhecer e entender um pouco mais da nossa história e da nossa cultura também pelo contato com o lado (des) humano delas.

A mais famosa de todas é a Mina da Passagem que se auto intitula a maior mina do mundo aberta à visitação.  Diferentemente das outras minas da região, por ser uma mina industrial, possui túnel de visitação bem maior e a descida de 120 metros é realizada em um antigo carrinho utilizado pelos mineradores.

Atualmente voltada somente para o turismo, oferece visita a pé e mergulhos no lago de águas cristalinas formado pela inundação de quilômetros de túneis pelos aquíferos que deixaram de ser bombeados. A visita dura cerca de 1h durante a qual os guias explicam sobre o ciclo do ouro e sobre o funcionamento da mina.

Você pode visita-la na ida ou volta de Mariana, o trecho que escolher fazer de ônibus (aquele que falei logo no início do texto). Só pedir para descer na Mina da Passagem.

Mais informações sobre horários e sobre os tours oferecidos visite o site oficial.

Onde comer em Mariana

Curiosamente, nas duas vezes que estive na cidade comi no mesmo lugar. A primeira não lembro como fui parar lá (foi em 2009!). A segunda, escolhi pelo TripAdvisor, um dos aplicativos indispensáveis de viagem!

O escolhido foi o Restaurante Lua Cheia. Instalado em um casarão do século XIX, o restaurante serve comida típica mineira, daquelas bem caseiras e bem gostosas! O almoço é no estilo self service (ao menos antes da pandemia) e no jantar pode ser a la carte ou buffet. Preço justo e cerveja trincando, um alívio naquele dia quente!

Aberto para o almoço todos os dias das 11 às 15h e para o jantar de terça a sábado das 18 às 22h.

Sugestões de roteiros de 1 dia por Mariana

Resumindo tudo que foi dito, deixo duas opções de roteiro de 1 dia por Mariana:

Opção 1

– Ida de trem ou de carro para Mariana

– Passeio pelo centro histórico

– Assistir ao concerto de órgão na Catedral da Sé se for sexta ou domingo

– Almoço em Mariana

– Ida de ônibus ou carro para Mina da Passagem saindo de Mariana

– Retorno para Ouro Preto de ônibus ou carro.

Opção 2

– Ida de carro ou ônibus para Mina da Passagem saindo de Ouro Preto

– Ida de carro ou ônibus para Mariana

– Almoço em Mariana

– Passeio pelo centro histórico

– Retorno para Ouro Preto de trem ou carro.

No mapinha abaixo coloquei todos os pontos citados neste texto.

Blogagem Coletiva

Este texto faz parte de uma blogagem coletiva com o tema “Bate e Volta”. Quer mais sugestões de bate e volta? Só clicar nos links dos blogs participantes!

32 Comentários

  • Deyse Marinho de Abreu

    Que texto bacana! Apresentando muito bem os atrativos dessa cidadezinha que é um verdadeiro encanto! Amo Mariana e os atrativos! O passeio de trem é show, minha menina se divertiu demais! A Igreja de São Pedro, pra mim, é a mais linda, e amooo de paixão o Restaurante Lua Cheia, e reforço aqui a indicação, o frequento desde 2007,quando ainda funciona em outro imóvel. Excelentes dicas!

  • Noelia

    Amo as cidades históricas de Minas, que fofura Mariana, bem perto mesmo de Ouro Preto , só conheci Mariana por conta da triste tragédia que passou na tb. Queria conseguir viajar mais pelo Brasil e conhecer cada cantinho desse que vc mostrou. Parabéns pelo post super detalhado !

    • barbaracortat

      Por sorte a barragem não atingiu o centro histórico. Ai além das perdas humanas, naturais, também perderíamos uma parte da nossa história.

  • ANGELA MARTINS

    Adorei as dicas para um roteiro de 1 dia em Mariana! É uma cidadezinha encantadora e cheia de história e cultura. Já conheci alguns locais, mas quero voltar para conhecer a mina e fazer esse passeio de trem.

  • hebe

    Adorei seu post de 1 me Mariana, estou montando algumas cidades para fazer em Minas e tinha pensado mesmo em fazer Ouro Preto e Mariana juntas. Que bom que você passou essa confirmação. Obrigada e parabéns pelo excelente post.

  • Nathalia Geromel

    Que cidade fofa!!! não conhecia, na verdade fiquei encantada depois de todas essas dicas e fotos maravilhosas que você deu aqui nesse post!

  • Andrea

    Que amor a cidade de Mariana. E como curtimos passeio de trem, adoramos a ideia de fazer um bate-volta de Ouro Preto até ela. Muito legal as dicas.

  • Pamela

    Eu sou simplesmente apaixonada por estas cidades de Minas! Fui para Mariana em um bate e volta de uma excursão da igreja do meu marido, mas vi agora no seu post como Não conheci nem metade do lugar. Preciso retornar e conhecer a mina da passagem… linda demais!

  • Adriana

    Que bacana! Não tem como não ter vontade de conhecer com tanta informação !
    Quero fazer o passeio de trem… mas apenas um trecho é suficiente mesmo.
    Adoro trens assim. Me levam ao passado.. viajo duas vezes!

  • Juliana Rossi

    Eu to doida pra viajar novamente por essa região, relembrar e fazer tudo que não fiz. Não fiz o passeio de trem, então esse ta no radar. Adorei as dicas e as fotos estão maravilhosas!

  • Tharsila Fernanda

    Que cidade mais fofa. Ela ficou muito conhecida por causa do desastre né? Mas amei o seu post e a forma de incentivar o turismo no local. Quando for a BH com certeza irei incluir o bate e volta em Mariana no meu roteiro.

    • barbaracortat

      Uma tristeza um cidade tão fofinha e cheia de histórica ser lembrada por uma tragédia, né? Por sorte o centro histórico não foi atingido.

  • Daniela

    Fiz essa viagem na adolescência e estou planejando voltar com minha filha, que tem agora a idade que eu tinha. Já anotei todas as dicas! Amei o post!

  • Fabíola Moura

    Esse roteiro de bate e volt em Mariana tá super redondinho, dá pra fazer um monte de coisas. Vamos incluir quando formos à Minas com certeza.

  • Larissa Ximenes

    Parei pra ler esse texto e me senti em Mariana!!! Fiz essa viagem em 2006, rs, acho que muita coisa mudou… você sabe dizer se o trem voltou a funcionar normalmente, não exatamente agora com a pandemia, mas no geral? Lembro que quando foi ele não estava funcionando, tanto que fomos de Ouro Preto para Mariana de ônibus. Essas cidades mineiras são um encanto!!!

    • barbaracortat

      Ele estava funcionando normalmente até o início da pandemia. Mas, diferentemente de 2006, agora não é mais uma locomotiva a vapor que puxa o carros e sim uma locomotiva a diesel.
      Que pena que você não pôde realiza-lo quando foi. Motivo para voltar!

  • Tamara Cerqueira

    Ótimo roteiro para 1 dia em Mariana!! Dicas bem completas!! Lugar encantador, histórico e cheio de atrativos!! Amei o conteúdo do blog!!

  • GISELE PROSDOCIMI

    Amei seu roteiro de 1 dia em Mariana, Bárbara. Moro em Belo Horizonte e até hoje não conheço a cidade, mas morro de vontade de conhecê-la. Tá na minha listinha de desejos, hei de conseguir em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: