Caribe,  Cartagena das Índias,  Colômbia,  Cruzeiro,  Organizando sua Viagem,  Viagem Alheia

Dicas para o seu roteiro por Cartagena das Índias

Já contei que fui incumbida de organizar a lua de mel dos nossos afilhados. No atual post, dou continuidade à história com todas as dicas que demos para eles de Cartagena das Índias que podem te ajudar a organizar sua viagem para lá!

Quanto tempo ficar em Cartagena das Índias?

Primeiramente: Não há necessidade de passar mais de 2 dias na cidade. É bastante tranquilo fazer todos os pontos turísticos que o lugar oferece em um dia e meio e ainda curtir uma noite “cartagena”!

Em outras palavras, reserve seus outros dias para, por exemplo, Bogotá, Medelín, Providencia e San Andrés, citando somente as cidades mais conhecidas.

Quando ir para Cartagena das Índias?

De antemão, aviso, lá não tem tempo bom! Sempre será insuportavelmente quente!!!

O ano inteiro as temperaturas ficam acima dos 30ºC. O que irá diferir são as temperaturas a noite e o volume de chuva ao longo dos meses.

Entre maio e novembro é a temporada de chuvas por lá. No entanto, fomos em junho e pegamos absurdos 43ºC à sombra e nem uma nuvem no céu!!!

Só parecendo felizes, mas estávamos sendo castigados pelo sol e calor.

Em contrapartida, nossos afilhados foram em novembro e disseram que pegaram dias com céu com um pouco mais de nuvem e não chegaram a pegar temperaturas acima dos 40ºC.

Durante o inverno, entre dezembro e março, as noites terão temperaturas mais agradáveis, entre 20 e 25ºC. Na minha opinião ainda muito alta, mas ao menos dá para curtir um pouco melhor a noite.

Quando estivemos lá, a única diferença da noite para o dia era não ter o sol torrando nossos corpos, por que a temperatura continuava bastante insuportável.

Como vocês podem ter notado, eu amoooo calor. Sqn!!!

Recomendações

Câmbio de moedas

– Faça câmbio no aeroporto somente para pagar o táxi até o hotel (cerca de 15 mil pesos – valores em 2017). O restante, faça em alguma casa de câmbio na cidade amuralhada. Tem várias, uma ao lado da outra, e as cotações são bem melhores e sem taxas extras.

Dessa maneira, pesquise as taxas podem variar bastante! Como não há taxas de conversão você pode fazer câmbio aos poucos, correndo menos riscos de restarem pesos colombianos ao fim da viagem.

– Ah! Leve dólares ou euros. Reais não são tão bem aceitos como em outros países da América do Sul.

Catedral de Cartagena das Índias.

Táxi

– Inegavelmente táxi lá é muito barato! Os veículos não possuem taxímetro e valor é negociável.

Pesquise o preço médio da corrida e tentem negociar antes de entrar no táxi. Muito importante isso! Só depois de fechar um valor razoável entre ou então já era a negociação!

De forma alguma aceite valor em dólares para a corrida. O valor aceitável do aeroporto até a cidade amuralhada é entre 8 – 12 mil pesos. Negociem!!!!

Cuidado!

Fomos abordados no aeroporto logo na esteira das malas por um senhor oferecendo táxi e acreditamos que o mesmo era o taxista. Já tínhamos sido avisado por vcs pra não entrar no táxi antes de fechar o preço, então fizemos isso ainda ali… negociamos com ele (Que não foi muito flexível), fechamos o preço do táxi até o hotel e ele foi carregando nossas malas em direção a saída do aeroporto. Ele começou a colocar as malas no porta malas do táxi, entramos no carro e para nossa surpresa, entrou outra pessoa no banco do motorista.. ele não era o taxista!

Antes mesmo de sairmos do aeroporto, perguntamos para o “novo” taxista sobre o valor que tínhamos combinado com o anterior, que acreditamos q era um tipo de mediador. Ele reclamou e falou que valor era muito baixo, que queria mais. Mas a gente tinha comprado na casa de câmbio do aeroporto EXATAMENTE o valor em pesos para o táxi, pq a taxa tava muito alta. Falamos então, que não tínhamos mais dinheiro e pedimos pra descer, o táxi nem tinha saído do aeroporto ainda.. o taxista começou a reclamar, xingar, ficou puto e não deixou a gente sair.. foi super grosso.. achei q ele ia desviar o caminho e matar a gente.. hahahahhaa. Mas deu tudo certo, chegamos rápido e vivos ao hotel, na cidade amuralhada (e acalorada.. rs).

Bruna e Bruno

Vai fazer cruzeiro? Na hora de negociar no táxi não falem porto, eles vão achar que é aeroporto (experiência própria!). Peçam para ir ao “Terminal Marítimo de Cruceros”.

– Tá com internet? Dê preferência ao Uber.

Reserva de passeios

– Compre seus passeios diretamente no Muelle de Los Pegaros, porto que fica na entrada da cidade amuralhada, próximo à Torre do Relógio. Há diversas agências sendo possível conseguir preços melhores ao invés de fechar diretamente num hotel ou antes de viajar. Os passeios são basicamente os mesmos, variando pouca coisa.

Torre do Relógio

Seja como for, peçam na recepção do hotel sugestões de agências. E negociem! Vejam direitinho o roteiro que oferecem e o que está incluído.

Hospedagem

Fiz reserva para eles no Hotel Santa Alejandria – Calle de La Cruz, n° 9 – 42. O hotel fica dentro da cidade amuralhada. Os quartos tinham ar condicionado, primordial naquele lugar insuportavelmente quente, e tinha café da manhã incluído.

Acima de tudo, seja quanto tempo você for ficar, escolha se hospedar dentro da cidade amarulhada e tenha certeza que o quarto tenha ar condicionado!

O que fazer em Cartagena das Índias

  • Pôr do sol no Café del Mar. Sente no barzinho (achei meio caro) ou na muralha mesmo e assistam ao pôr do sol que é lindo! Posteriormente, escolham algum lugar para jantar e deem uma volta pela cidade murada a noite que fica linda!

Jantar no restaurante Monalisa

No centro da cidade amuralhada, num ambiente muito aconchegante, romântico e rústico, com mesas num quintal a céu aberto, luzinhas e muitas plantas, foi nossa melhor refeição em Cartagena. Garçons e toda equipe muitos receptivos e atenciosos.
De entrada, pedimos uma porção (maravilhosa) de ceviche. Como principal pedimos um divino prato tipico da Cartagena das Índias, um peixe acompanhado de arroz de coco e patacones (parece uma panqueca de banana). Para acompanhar pedimos uma caipirinha de cerveja, super diferente e uma delícia. Comemos tanto que não sobrou espaço pra sobremesa.. Rs. E a conta ficou em torno de 100 reais o casal, meio salgado pra quem tinha a viagem toda pela frente ainda, mas valeu muito a pena.. rs

Bruna e Bruno
  • Convento La Popa (8h30 às 17h30) – dizem que tem uma vista fantástica de Cartagena, além do convento ser muito bonito. Melhor ir de táxi;
  • Bocagrande – bairro moderno de Cartagena. Você pode andar pela orla, alugar uma bike talvez, assistir ao pôr do sol;
  • Castillo San Felipe de Barajas (8h às 18h) – Tente evitar ir entre 11-15h, além de lá ser quente ao cubo, o sol é insuportavelmente ardido. Portanto, leve água (bastante), chapéu e abusem do protetor solar! Dá para ir a pé da cidade amuralhada.
Nós e os casais que conhecemos no cruzeiro sofrendo no Castillo.

Cidade Amuralhada

Se perca pelas suas ruelinhas, admire as lindas construções, tire foto com cada sacada recheada de flores e com cada porta colorida!!

Ruas de Cartagena das Índias.

Não deixe de passar:

  • Catedral metropolitana;
  • Torre do Relógio na Plaza de los Coches;
  • Las Bóvedas – há várias lojinhas de artesanatos;
  • Teatro Heredia;
  • Plaza Santo Domingo – tem a estátua “La Gorda” de Botero, a Igreja de Santo Domingo e vários barzinhos com mesas externas (talvez uma boa para a noite);
  • Plaza San Diego – barzinhos com mesas externas, opção à Plaza Santo Domingo por ser menos muvucada.

Chivas

O chivas é um ônibus turístico que percorre os principais pontos turísticos de Cartagena das Índicas. O passeio inicia próximo à Torre do Relógio passando pelo Monumento a los Zapatos Viejos, Convento de la Popa, Castillo de San Felipe e Las Bóvedas (aqui vão te indicar uma loja específica para comprar, não se deixem levar pelo assédio). No valor estão incluídas as entradas ao Convento e ao Castillo.

Li muitos relatos de gente dizendo que o passeio de Chivas é bem legal e outros dizendo que não vale a pena. Facilitaria pelo transporte entre os pontos, inclui guia, que uns dizem que são bons, outros nem tanto. Enfim, vai da sorte mesmo.

O Chivas também tem uma opção noturna, com muita música caribenha e open bar de rum. Posteriormente, param numa balada (provavelmente paga à parte). Da mesma forma, uns adoram, outros não.

Ilhas próximas à Cartagena das Índias

As praias de Cartagena das Índias não têm aquele glamour de Caribe, são praias normais! Nesse sentido, existem alguns passeios para ilhas que ficam próximas ao continente onde você encontrará aquelas águas mais cristalinas e azuis, ainda assim nada comparado com as ilhas caribenhas mais distantes do continente.

Contudo, li alguns relatos negativos na internet: os passeios são extremamente desorganizados, as ilhas são super cheias, muito vendedor ambulante enchendo o saco, massagista que toca em você e depois quer cobrar pela “massagem”, o almoço incluído não é lá essas coisas e a ida de barco é ou demorada ou enjoa muito.

Gratis pero no mucho!

De forma alguma aceitem coisas “grátis”, é pega turista. Digam um não curto e grosso.

Dentre as mais recomendadas estão Isla Gente Del Mar ou Isla del Encanto. Essas são mais caras, por isso têm menos muvuca. E escolha ir de lancha (ida e volta 2h), para poder aproveitar mais o dia na praia. O tempo de viagem do catamarã ida e volta dá cerca de 4h. Há algumas agências que oferecem a opção translado por meio de van.

Além do valor do passeio , tem que pagar umas taxas portuárias a parte. Por fim, faça a reserva no dia anterior, para não perder o horário do passeio.

Passeio na Isla del Encanto

Saindo do Porto de Cartagena, em uma viagem de aproximadamente 1 hora de barco, chegamos à ilha, um lugar à beira de um mar claro e calmo, infraestrutura de hotel, com piscinas, caiaques, cadeiras e guarda sol na areia, bar com garçons a disposição. O almoço, que era a vontade, tinha um cardápio muito variado e saboroso, com saladas, peixes, carnes, e claro, arroz de coco e patacones.
O dia tava ensolarado e muito quente, então aproveitamos pra ficar o tempo todo na praia. A ilha ainda oferece um passeio ao aquário de Cartagena das Índias e mergulho com corais, com pagamento a parte, mas optamos por não ir. O barco volta pra Cartagena por volta das 16 horas e ainda tivemos a oportunidade de ver o por do sol do meio do mar. Foi um dia muito especial.

Bruna e Bruno

Dicas de outros viajantes

Mas Barbara e se, evetualmente, eu quiser ficar mais tempo em Cartagena? O Igor e a Liliam, do blog Viajantes de Estação em Estação, podem te ajudar a montar um roteiro de 3 dias pela cidade.

Mas além disso, você curtiu a ideia de conhecer outros lugares da Colômbia? Não tem problema, eles também dão dicas para você montar seu roteiro para as Ilhas de Providência e Santa Catalina!

6 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: