Cesky Krumlov,  Europa,  Leste Europeu,  Organizando sua Viagem,  República Checa

Roteiro pela linda Cesky Krumlov – República Checa

Sabe aquela cidade que parece com aquelas de contos de fadas? Essa é Cesky Krumlov na República Tcheca. Se for para o país, reserve pelo menos um bate e volta para a cidade. Prometo que não irá se arrepender!

Cesky Krumlov vista do castelo

Situada às margens do rio Vltava (ou Moldava), Český Krumlov (assim que escreve originalmente!) é uma das cidades medievais mais bem preservadas do mundo, com cerca de 300 edifícios históricos. Com suas ruas de paralelepípedo, ainda cercada por uma muralha medieval, margeada por um rio, e seu castelo no alto da colina, Cesky Krumlov nos leva diretamente ao passado assim que entramos no seu centrinho histórico.

Não à toa que desde 1992 é registrada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. A justificativa usada foi: “Ela é um exemplo excepcional de uma pequena cidade medieval europeia cujo patrimônio arquitetônico permaneceu intacto graças à sua evolução pacífica por mais de 5 séculos”.

A construção da cidade e de seu castelo iniciou-se no século XIII. Seus edifícios com arquitetura gótica, renascentista e/ou barroca, a maioria muito bem preservadas, sendo grande parte de suas estruturas originais.

Entrada de Cesky Krumlov

O auge de Cesky Krumlov ocorreu entre 1300 e 1600, sob o domínio da família Rosenberg, família mais influente da Boêmia à época. As famílias subsequentes, Eggenberg e Schwarzenberg, também contribuíram com o desenvolvimento comercial, arquitetônico e cultural da cidade.

Um fato importante da sua preservação se deveu ao fato de não ter sido bombardeada durante a II Guerra Mundial, permanecendo praticamente intacta. No entanto, o mesmo não se pode dizer sobre o período em que esteve sob o domínio da URSS, quando ficou um pouco largada e parte de sua história e arquitetura degradou-se.

Bate e Volta

Cesky Krumlov é a segunda cidade mais visitada da República Checa, ficando atrás somente de Praga, da qual dista cerca de 170 km – uma viagem de cerca de 3h – sendo uma excelente opção para um bate e volta.

Mas Barbara, são 6h ida e volta, não vai ficar corrido? De forma alguma! Como é uma cidade pequenininha, atualmente tem somente 22km2 de área, dá para caminhar calmamente por suas ruelas, almoçar uma deliciosa comida checa e apreciar aquela cerveja deliciosa caso você pegue o primeiro (entre 6 e 7h) ou segundo ônibus (entre 7 e 8h) que sai de Praga e retornando no fim da tarde (ônibus das 17h ou 18h).

Cesky Krumlov vista do alto
Surpreendentemente, isso é Cesky Krumlov!

No entanto, caso tenha um pouco mais de tempo livre na sua viagem, recomendo sim pernoitar na cidade para aprecia-la também durante a noite. Pela manhã você pode então ir/voltar para Praga ou seguir viagem via terrestre para Viena, uma excelente opção de roteiro pelo Leste Europeu, já que Cesky Krumlov fica entre as duas cidades.

Nós não fizemos uma round trip (início e fim na mesma cidade), mas ponderamos bastante essa opção até decidirmos por iniciar nossa viagem pelo Leste Europeu em Viena e finaliza-la em Praga, restando a opção de bate e volta para Cesky Krumlov.

Saiba mais como ficou nosso roteiro de 20 dias pelo Leste Europeu!

Como chegar

Saindo de Praga você pode chegar em Cesky Krumlov de carro, trem ou ônibus.

Carro

A viagem dura cerca de 2h30. No entanto considere, além do aluguel do carro e combustível, que você precisará pagar estacionamento, pois somente veículos autorizados podem circular pelo centro histórico.

Trem

Além de ser a opção mais demorada, cerca de 4h de viagem, pois é necessário fazer baldeação, a estação de trem fica longe do centro. É uma caminhada de cerca de 20 minutos ou pegar um táxi para chegar ao centro.

Ônibus

Considerando que para conhecer a cidade você usará somente suas pernocas, o custo da passagem (cerca de 7 euros o trecho) e o tempo de viagem de cerca de 3h, o ônibus é o melhor custo benefício.

Caminhando por Cesku Krumlov com a Igreja de São Vito do lado esquerdo.

Há duas estações, uma próxima ao castelo chamada Špičák e a outra no outro extremo, na rodoviária, todavia ambas a poucos passos do centro histórico.

As principais companhias são a Student Agency e a Leo Express. Reserve com antecedência para não correr o risco de ficar sem passagem. Vá também para a estação de ônibus em Praga com antecedência, a plataforma de embarque pode parecer mais um ponto de ônibus, e não ficar em um local tão intuitivo. Pelo menos quando fomos, foi chata de achar.

Depois conto com mais detalhes esse Perrengue Bárbaro junto com o outro que tivemos por lá que, definitivamente, foi um dos mais engraçados que já passamos!

Quando ir

Seja qual for a estação, vale a pena conhecer a cidade. No entanto, durante o verão a cidade bomba com turistas estrangeiros e nacionais atrás de atividades nas águas do rio Vltava, como caiaque, rafting, passeios de barco e trilhas na mata em torno do castelo.

Rio Moldava em Cesky Krumlov

Em fevereiro e março ocorre o Masopust, o carnaval de Cesky Krumlov.

Em setembro ocorre o Festival das Artes Barrocas durante o qual ocorrem apresentações de obras barrocas pela cidade, incluindo o Teatro Barroco do castelo, um dos mais preservados da Europa. Ele é 100% original, não houve nenhuma reconstrução!

O que fazer em Cesky Krumlov

A cidade é daquelas que não tem como você não passar pelos seus principais pontos mesmo que você não vá com um roteiro pré organizado. Alguns desses pontos são:

Castelo

Sua construção iniciou-se no século XIII, por volta do ano 1250, em arquitetura gótica. No entanto, ao longo dos anos subsequentes, com reformas e novas incorporações, somam-se também elementos renascentistas e barrocos.

O castelo de Cesky Krumlov, um complexo com cerca de 40 edifícios, é o segundo maior da República Tcheca, ficando atrás somente do de Praga, e está entre os maiores da Europa.

Grande parte do complexo pode ser visitada gratuitamente, como as diversas sacadas que oferecem vistas lindas da pequena cidade e seus jardins do século XVII. Dentre as partes pagas está o museu, no qual estão expostos objetos, móveis, documentos das famílias nobres que ali viveram e a sua Torre, que oferece uma vista panorâmica da cidade.

O ingresso da torre é baratinho, então vale a pena enfrentar seus 162 degraus para apreciar a linda vista! Mais informações, visite o site oficial.

Vista da torre do castelo de Cesky Krumlov

Duas curiosidades sobre o lugar:

1. Algumas paredes do Castelo quando vistas de longe parecem tijolos, mas são pintadas à mão! Um belíssimo trabalho artesanal.

Paredes do castelo de Cesky Krumlov

2. Uma tradição desde os Rosenberg é ter ursos como animais de estimação. Ainda hoje há três, chamados Vok, Katerina e Marie Terezie, os quais podem ser vistos esporadicamente tomando banho de sol no fosso ao pé da torre do castelo.

Urso do castelo de Cesky Krumlov

Eu particularmente não vejo graça e não entendo porque até hoje essa tradição é mantida. É o tipo de turismo animal que não deve ser incentivado.

Quer saber mais sobre o tema Turismo Animal? Escrevi um texto bastante intenso sobre esse assunto, motivado pelo fato de eu ser contra qualquer um que não seja de forma natural.

Igreja de São Vito

Com seus quase 700 aninhos, é uma típica igreja medieval. Sua construção foi iniciada no século XIV e apresenta elementos góticos e barrocos. Sofreu pouquíssimas alterações ao longo dos anos.  No interior há tumbas de alguns membros da nobreza. A igreja abre diariamente e a entrada é gratuita. Eventualmente há concertos de música clássica.

Igreja de São Vito em Cesky Krumlov

Museu Regional

É o centro de memória da cidade. Um dos destaques do local é uma enorme maquete da Cesky Krumlov em 1800. Mas a maioria dos turistas na verdade está interessada no mirante que fica em uma pequena praça lateral ao museu de onde se tem uma vista linda da cidade. A entrada na praça é gratuita.

Monastério

Fundado em 1350, hoje pertence a Ordem dos Cavaleiros da Cruz da Estrela Vermelha. Entre 1649 e 1681 houve uma reconstrução barroca tornando a igreja uma verdadeira galeria de artes barrocas.

Náměstí Svornosti ou Praça da Concórdia

É o centro da Old Town e principal ponto de encontro da cidade. Lá encontramos a Câmara Municipal do século XVI, a Torre da Peste construída entre 1714 e 1716, uma fonte em torno da Torre, datada de 1843, e diversos restaurantes. Ah! Lá também fica o centro de informação turística onde você pode se informar sobre os concertos na Igreja de São Vito.

Parque Městský (Městský sady)

Com vista para a Igreja de São Vito, no parque encontramos a Capela de São Martinho e diversas esculturas. Um bom lugar para descansar uns minutinhos enquanto aproveitamos a vista!

Městský sady de Cesky Krumlov

Rua Latrán

Inicialmente era uma região onde viviam empregados do castelo. Não fazia parte do complexo, mas estava bem próximo. No entanto, mais tarde, quando um membro da aristocracia decidiu construir sua casa ali (casa de número 54), a região passou a ser um bairro burguês. A rota começa no portão Budějovická e finaliza na ponte Lazebnický. Observe as casinhas históricas com detalhes e referências às famílias nobres que ali viveram.

Se perca por suas ruelas medievais e veja a cidade de todos os ângulos. Se permita vivenciar aquele momento, aquele lugar, descubra novos pontos!

Vale a pena comprar o Cesky Krumlov card?

Vale a pena comprá-lo se você pretende entrar nas seguintes atrações: Museu e Torre do Castelo, Museu Regional, Museu Fotoatelier Seidel, Egon Schiele Art Centrum e no Monastério. Neste caso, cogite dormir na cidade.

Como nós só subimos a torre, compramos somente o ingresso da atração.

Mais informações sobre valores e onde compra-lo, visite o site oficial.

Onde comer

Você pode escolher um dos diversos restaurantes à beira do rio ou da praça principal.

Nós escolhemos comer no restaurante da Cervejaria Eggenberg, que também oferece um tour pelo local. A cervejaria é super tradicional e produz cervejas desde o século XVI!!!! Se gosta de cerveja, aproveite para experimentar pelo menos um dos 7 rótulos, pois nem mesmo em Praga se encontra fácil, imagina aqui no Brasil.

Cervejaria Eggenberg em Cesky Krumlov

A comida servida no restaurante é ultra mega blaster típica e muito gostosa. Se não me engano pedimos o “Feast Plate”, que vem com um pouco de cada prato típico e serve duas pessoas, acompanhado de duas pints! Não lembro o valor da conta, mas não foi caro para uma refeição num restaurante turístico.

Para saber mais sobre o tour pela cervejaria e ver o menu do restaurante, visite o site oficial.

No fim da tarde, para matar a sede e poder usar o banheiro, paramos no restaurante Krčma Šatlava, pertinho da praça principal. O interior remete demais à idade média, com teto baixo e tudo em pedra e madeira. Foi lá que experimentamos a verdadeira Budweiser, a original e não aquele chá gelado de milho americano que deveria ser proibido de ser chamada de cerveja!

Budweiser original

A Budweiser é originalmente da República Tcheca, mas alguns alemães, quando foram para os EUA, resolveram se apropriar do nome e criaram a Budweiser americana, totalmente diferente daquela. Rolou uma batalha judicial para saber quem usaria o nome, que ainda não foi totalmente resolvida. Na Europa quem o usa é a cerveja tcheca, no resto do mundo geralmente é a americana. Aqui no Brasil a original se chama Czechvar.

Resumo do nosso roteiro de 1 dia por Cesky Krumlov

Nós compramos nossas passagens com a Leo Express, chegando pelo ponto de ônibus Špičák e retornando pela rodoviária. Nossa ida foi às 7h50 e o retorno às 17h25 ao custo de 12,50 euros por pessoa na época.

Iniciamos nosso roteiro pela Rua Latrán, pois é por ela que acessamos a cidade quando chegamos pelo ponto de ônibus Špičák. Então seguimos para o complexo do castelo. Ao final da visita já era hora de almoçar e rumamos para a cervejaria Eggenberg. Depois caminhamos pela cidade meio sem rumo passando pelos pontos do mapinha abaixo.

Mapinha do roteiro por Cesky Krumlov

Sugiro esta ordem, já que a maioria tem como atração paga somente o castelo. Sem contar que as vistas de lá já dão aquele gostinho do que está por vir.

Espero que se apaixonem pela cidade tanto quanto nos apaixonamos!

Cesky Krumlov mirante do Castelo

Inspire-se com outros destinos europeus!

Veja sobre o que os outros blogs parceiros escreveram:

13 Comentários

  • Cecilia

    Bárbara, fiquei apaixonada só de ver as fotos de Cesky Krumlov, imagina o dia em que eu for ver tudo isso que você conheceu de perto. Acho que eu dormiria por lá porque 3h de viagem pra mim é muito num bate-volta. Já coloquei na minha lista de um tour pelo Leste Europeu. Obrigada por compartilhar.

  • Diego Arena

    Muito bacana seu roteiro e dicas de Cesky Krumlov. Interessante ler posts de outras cidades na Republica Checa fugindo um pouco de Praga. Adorei!

  • Marcia Picorallo

    Estive em Praga, mas como tive apenas 3 dias, não saí para bate-voltas, mas adorei este roteiro por Cesky Krumlov. Entendo quando você diz que dá pra curtir bem a cidade, por ser pequena, mesmo num bate-volta de Praga. E não é longe, o problema é o transporte. De carro é mais rapidinho, né?

  • Ana Carolina Miranda

    Não fazia ideia de que a cidade era tão pequena, realmente é possível conhecê_la em um dia. Amei a dica é já anotei para quando for para a República Tcheca

  • Andrea

    Que Graça a cidade de Cesky Krumlov, tenho muita curiosidade de conhecer Praga e Viena, e quando li a tua observação sobre ela ficar no meio do caminho já imaginei um possível roteiro pela Republica Checa.

  • Angela Martins

    Tenho muita vontade de conhecer o leste europeu, incluindo a República Checa. Amei esse roteiro para visitar Cesky Krumlov. Não conhecia e achei linda essa cidade.

  • Hebe

    Bárbara eu amei esse post, estou encantada com essa cidade. A República Tcheca está super na nossa lista e já foi incluir Cesky Krumlov nela. Vc acha que devo separar quantos dias para conhecer alguns locais da República Tcheca?

  • Danielle

    Quando eu fui, a long time ago.. kk.. eu só parei para conhecer a cidade medieval, partindo no final do dia para iIena. Uma pena! Amei muito esse lugar e acho que vale a pena dormir uma noite.
    Ps: Para quem gosta de rafting, sugiro dormir 2 noites.
    Adoro matar saudades de um dos lugares incríveis por onde passei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: