Laguna Cejar

Laguna Cejar no Atacama – impossível não boiar!

Se você não sabe boiar, não se preocupe! Na laguna Cejar, mesmo que você se esforce muito, não conseguirá afundar! E é com o intuito de viver essa experiência que o passeio que inclui a Laguna Cejar, os Ojos del Salar e a Laguna Tebinquinche é um dos mais procurados no deserto do Atacama.

Laguna Cejar

Primeira parada – Lagunas Cejar e la Piedra

As lagunas Cejar e la Piedra são duas lagunas de águas que vão do turquesa ao esmeralda, situadas a 25 km do centro de São Pedro do Atacama (SPA) e a 2300 metros de altitude.

Ambas são uma das atrações mais visitadas em SPA.  Embora nosso guia (na verdade quase todos os guias do Atacama) tenha dito que a concentração de sais nas Lagunas Cejar e La Piedra é maior que a do Mar Morto, essa informação não está correta.

A concentração salina na Laguna Cejar é de 23%, da Laguna La Piedra é de 27% e do Mar Morto é de 33,7%.

Fonte: “Confección y ejecución de estudio de Línea Base y propuesta de zonificación para terrenos fiscales donde se emplazan las lagunas Fiscales altiplánicas Cejar y Piedra, Comuna de San Pedro de Atacama, Región de Antofagasta” – 2016

Laguna Cejar
As fotos ficaram com essas manchas por causa do sal na GoPro

A principal composição das lagunas é NaCL, o famigerado sal de cozinha, representando cerca de 90% dos sais ali encontrados. No entanto, também há Lítio, Boro e Arsênio, os quais podem causar sérios problemas de saúde, embora esse fato careça de estudos sobre o efeito de curtas exposições a esses elementos.

Como resultado, somente é permitida a permanência de até 30 minutos dentro da laguna. Além disso, deve-se evitar ao máximo o contato com o rosto e a ingestão da água. Portanto, nada de mergulhar de cabeça ou pular na água!

Eu sei, a água é super gelada e sempre nos ensinaram que entrar de uma vez é a melhor forma para contornar o frio. Mas aqui é melhor ir entrando aos poucos para não prejudicar sua saúde!

O que fazer na Laguna Cejar e na Laguna la Piedra

Em geral, o guia nos leva primeiro ao mirante da Laguna Cejar, construído um pouco acima do nível da laguna. Ele costuma ficar lotado. Se tiver opção, deixe para visitar este ponto depois da galera para melhor aproveitá-lo.

Em seguida, nos dirigimos à Laguna la Piedra. Somente é permitido o banho em um dos poços, por isto, sempre acompanhe seu guia ou siga as instruções dadas na entrada.

Esta proibição tem o intuito de conservação, já que o local é lar de uma rica fauna e flora. Ah! Não saia da trilha demarcada, criada exatamente para evitar ainda mais interferência no ambiente.

O tempo de permanência na laguna, como dito anteriormente, é de no máximo 30 minutos. Os guias costumam nos avisar com cerca de 5-10 minutos de antecedência.

No local há vestiários e duchas frias externas de água doce para tirar o excesso de sal do corpo.

As filas são bem grandes, então perdemos um bom tempo aqui. Porém, é extremamente recomendável que você tire o excesso de sal aqui, para evitar qualquer problema de saúde futuro. Ainda mais que você fica tão grudento e branco de sal, que duvido que não vá querer tomar uma ducha!

Laguna Cejar

Eu sei que a emoção é grande de boiar sem esforço, mas não deixe de apreciar a paisagem!

O tempo de permanência neste ponto é de cerca de 1h30-2h.

Como foi nossa experiência

Chegamos por volta de 16h30, a temperatura externa estava bem alta e o sol ardido. Mas assim que colocamos nosso pezinho na água, percebemos que ela é bem, bem gelada. Porém, como estava bastante calor, rapidamente nos acostumamos com a temperatura.

Muito cuidado ao entrar na laguna, as bordas têm bastante sal cristalizado, duro e cortante.

Laguna Cejar
Cuidado com essa borda!

Caso tenha qualquer ferida na pele, já adianto que vai arder! Faz parte da experiência. Por este motivo também que não se recomenda molhar o rosto, imagina o quanto seus olhos iriam arder. Somente os respingos de água no rosto faziam arder os lábios e os olhos.

Porém nem só de contras vivemos, não é? Assim que você entra na laguna você já boia sem nenhum esforço. Nem precisa saber nadar! É uma sensação até esquisita, mas bem divertida!!! O Yu que nunca boia, nem no mar, ficou emocionado!!!

Deixe sua criatividade rolar solta e se divirta tirando fotos. Nossa criatividade no dia passou longe!!

Laguna Cejar

Estrutura e o que levar para o complexo da Laguna Cejar

  • Não há sombra. Se não for entrar na água, leve chapéu para se proteger. Ou melhor, leve de qualquer forma;
  • Caso sua agência não ofereça, não esqueça de levar toalha e/ou roupão, além de chinelos. Eu esqueci de levar o roupão e bateu um friozinho com aquele vento gelado já no fim da tarde;
  • Tem banheiros, duchas de água doce fria e vestiários. Não há armários. Esta estrutura fica a cerca de 200 metros da Laguna la Piedra e tem filas enormes para tudo;
  • Fica a dica: Já vá de roupa de banho, para evitar perder tempo nas filas. Mas leve uma muda de roupa quentinha para trocar após a ducha;
  • É proibido utilizar protetor solar, para não contaminar a laguna;
  • Leve pesos em dinheiro, caso a entrada já não esteja incluída no pacote. Entrada – 15 mil pesos.

Segunda parada – Ojos del Salar

A cerca de 30km do centro de SPA estão os Ojos del Salar ou Ojos de Tebinquinche. São dois grandes orifícios dispostos lado a lado contendo água bem menos salgada que da Laguna Cejar.

Ojos del Salar ou Ojos de Tebinquinche

Há diversas teorias sobre sua formação que vão desde queda de meteoro até solo poroso.

O banho é permitido somente em um dos buracos. A água é gelada, o poço é fundo, meio turvo e aqui não dá para boiar. Então se você não sabe nadar, nem cogite entrar.

A maioria das pessoas acaba não entrando, porque a sensação térmica já está mais baixa, não há banheiros, vestiários ou duchas, o que acaba desestimulando a entrada. Some a isso também que a parada aqui é curta, então é melhor usar esse tempo para curtir a paisagem e tirar umas fotos.

Ojos del Salar ou Ojos de Tebinquinche

O tempo de permanência neste ponto é de cerca de meia hora. Não tem que pagar entrada.

Terceira parada – Lagoa Tebinquinche

A Lagoa Tebinquinche está a cerca de 35 km do centro de SPA e é uma belíssima laguna com alta concentração de sais. Em todo seu entorno há grandes acúmulos de sal cristalizado e, quando não venta, forma um espelho magnífico. De fundo temos as lindas montanhas e vulcões da Cordilheira dos Andes. É um cenário único!

Laguna Tebinquinche

Não é à toa que a escolheram para finalizar o passeio enquanto desfrutamos um coquetel ao pôr do sol, oferecido por praticamente todas as agências.

Enquanto o coquetel é preparado, podemos caminhar pelo local. Importante: Não é permitido entrar na lagoa e deve-se seguir somente pelas trilhas demarcadas.

Laguna Tebinquinche

Foi um dos pôres do sol mais lindos que já presenciei. Assim como no passeio do Valle de la Luna, não deixe de olhar para o lado oposto ao sol para apreciar as montanhas que vão ganhando tons de rosa, laranja e vermelho enquanto anoitece. Essa dica vale para quase qualquer paisagem.

O tempo de permanência aqui é de 1h. A entrada é paga – 2 mil pesos.

Considerações Finais

Agência Atakama Cultura Aventura

Comparando com as outras agências, só diferiu pelo que foi oferecido no coquetel, que era mais modesto. Não achei um grande diferencial não oferecerem roupão após banho. Nota 9/10.

Passeio

A experiência de não afundar é demais. Contudo, existe uma segunda opção para fazer isso, muito mais barata e com menos turistas nas Lagunas Escondidas de Baltinache. Infelizmente, não fizemos esse passeio, mas considere essa informação ao fechar seu roteiro.

O pôr do sol na Laguna Tebinquinche foi incrível. Certamente um dos pontos altos do passeio como um todo.

Pôr do sol na Laguna Tebinquinche

Esse passeio é realizado no período da tarde, com saídas por volta das 15-16h e retorno após o pôr do sol. É provável que na temporada outono-inverno ele inicie mais cedo, já que o sol se põe mais cedo. Seja como for, tem duração entre 4 e 5h e inclui um coquetel ao pôr do sol.

O que levar

  • Um casaco corta vento, porque no fim da tarde venta e esfria bastante;
  • Protetor solar e protetor labial para usar após o banho no complexo da Laguna Cejar;
  • Roupa de banho, toalha, roupão, chinelo. Já vá usando a roupa de banho e os chinelos para ganhar tempo;
  • Muda de roupas e sapato para se trocar após o banho na laguna;
  • Água para beber, dá muita sede após o banho de sal;
  • Leve pesos em dinheiro se as entradas não estiverem incluídas no seu pacote.: Entradas – 15 mil pesos da Laguna Cejar e 2 mil pesos da Laguna Tebinquinche.

Dá para fazer por conta?

Sim!

Variação de temperatura ao longo do passeio

Na primeira parada 30°C e na última parada 5-10°C.

Mais sobre o Deserto do Atacama

Passeios

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: