Alagoas,  Américas,  Brasil,  Road Trip,  Sem categoria,  Sergipe

Sabores do Nordeste em Sergipe e Alagoas

Se tem coisa melhor que viajar é comer. Agora imagina o prazer que sinto ao experimentar novos sabores durante minhas viagens! Lógico que eu não poderia deixar de provar todos os sabores típicos do Nordeste durante nossa road trip por Sergipe e Alagoas.

Saiba como foi nosso roteiro de 8 dias por Sergipe e Alagoas e os custos totais dessa viagem.

Para mim, provar as comidas locais é uma parte importante da experiência de viajar. Como comem? O que comem? Como preparam? O que bebem? Como servem? Não é Globo Repórter, tudo isso faz parte da cultura local.

No entanto, ao escolher restaurantes da moda e super turísticos, muito provavelmente você não terá uma experiência genuína, tampouco completa. Sou do time que prefere frequentar locais que servem comida do dia a dia, caseira, honesta. Aí sim poderei responder às perguntas acima!

Estas foram algumas das experiências gastronômicas que recomendo que você inclua na sua viagem por Sergipe e Alagoas, nas quais você poderá provar os verdadeiros sabores do Nordeste!

Penedo – Alagoas

Forte da Rocheira

Localizado onde a cidade foi oficialmente fundada em 1560, por Duarte Coelho de Albuquerque, no restaurante Forte da Rocheira você poderá escolher entre os muitos sabores do Nordeste enquanto admira uma vista maravilhosa para o Velho Chico.

Sabores do nordeste - Forte da Rocheira

A comida é muito bem servida (muito bem mesmo) e o preço mais que justo.

Sabores do nordeste - Forte da Rocheira
Entrada do restaurante

Nós pedimos uma espécie de filé à parmegiana que vinha acompanhado com arroz, purê de mandioca, farofa e um feijão simplesmente maravilhoso. Aquele temperinho bem caseiro e nordestino!

Sabores do nordeste - filé à milanesa

Horário de funcionamento do Restaurante Forte da Rocheira: terça a domingo das 11 às 16h.

Olhos D’água do Casado – Alagoas

Quiosque Flor do Mandacaru

Muitos dos que fazem os passeios pelos cânions do Xingó acabam almoçando em uma das paradas do catamarã ou lancha. Mas nós decidimos comer no Quiosque Flor do Mandacaru, após o passeio. O restaurante é da família da Dona Ana, com quem inclusive fizemos os passeios pelos cânions e vale dos mestres (em breve aqui no blog).

Sabores do nordeste - Quiosque Flor do Mandacaru

Pedimos uma tilápia (sim, veio o peixe inteiro!!) acompanhada de arroz, feijão, farofa e vinagrete que estavam simplesmente deliciosos! Foi uma forma muito saborosa de encerrar nossa passagem por Alagoas antes de retornar a Aracaju.

Sabores do nordeste - tilápia

Comida bem servida e bem preparada por um preço justo. Bem diferente daquela das paradas dos passeios.

Tivemos a experiência de comer em um desses restaurantes quando fizemos o passeio da Rota do Cangaço. A comida não era ruim, mas não se compara à da Dona Ana, por exemplo. Sem contar que o valor final da conta foi quase o dobro.

Então, ao invés de parar nesses restaurantes turísticos, deixe para almoçar em um desses pequenos restaurantes de comerciantes locais, como o Quiosque Flor do Mandacaru. Em troca você degustará os sabores caseiros do Nordeste enquanto aprecia a bela vista de um dos braços da represa do Xingó.

Sabores do nordeste - Quiosque Flor do Mandacaru

Horário de funcionamento do Quiosque Flor do Mandacaru: todos os dias das 9 às 17h.

Nossa Senhora da Glória – Sergipe

Doce Caseiro da Dona Nena

Voltando da região dos Cânions do Xingó, no caminho de volta para Aracaju, não deixe de parar na loja da Dona Nena.

Sabores do nordeste - Doce Caseiro da Dona Nena

São 25 tipos de doces caseiros, todos artesanais, que representam os sabores do sertão do Nordeste. Lá você encontrará compotas feitas com frutas típicas do sertão, cocadas, bolachas, etc.

Provamos algumas compotas maravilhosas como a de caju, que trouxemos para casa, além das maravilhosas queijadinhas recém saídas do forno, as melhores que já comemos!

Sabores do nordeste - queijadinhas da Dona Nena
As melhores queijadinhas!

Horário de funcionamento do Doce Caseiro da Dona Nena: todos os dias das 8 às 18h.

Aracaju – Sergipe

Matuto                    

Inaugurado em novembro de 2020, na famosa Passarela do Caranguejo em Aracaju, o restaurante ainda nem aparece nas pesquisas do google e tripadvisor. Por este motivo deixamos de comer lá na nossa primeira noite na cidade, pois achamos estranho o local estar tão vazio.

Sabores do nordeste - Restaurante Matuto em Aracaju

Que arrependimento! Na nossa segunda noite na cidade decidimos dar uma chance ao restaurante. Com um ambiente bem decorado e agradável, tem no cardápio diversos pratos com os mais típicos sabores do Nordeste. Era tanta opção que escolher qual pedir foi extremamente difícil!

Acabamos indo de Torta de Macaxeira com carne de sol (era como um escondidinho!). Nossa senhora das comidas típicas, foi o melhor escondidinho que comi na minha vida. Só não lambi o prato porque não cairia bem!!!

Sabores do nordeste - torta de macaxeira com carne de sol

Foi tão bom que voltamos no dia seguinte. Desta vez fomos de novo de carne de sol com macaxeira (em outra apresentação) e farofa de cuscuz. Gente do céu o que foi essa farofa! Morri!

Além da comida maravilhosa, preço justíssimo em um dos pontos mais famosos de Aracaju. É para querer voltar todos os dias!

Está num ponto turístico? Sim! Mas é bom demais!

Horário de funcionamento do Matuto: terça a sexta das 17 às 0h30, sábados das 12 à 1h e domingo 12 às 0h.

Mercados Municipais Antônio Franco, Albano Franco e Thales Ferraz.

Se tem forma melhor de conhecer a gastronomia local que nos mercados municipais, desconheço!

Conheça 12 mercados que visitei em minhas viagens!

O Mercado Antônio Franco é o mais antigo dos três e nele encontramos toda variedade de artesanato sergipano.

O Mercado Thales Ferraz é o centro gastronômico da cidade. Além de encontrar queijos e castanhas, há também alguns restaurantes de comida típica nordestina.

E o Mercado Albano Franco é o centro de abastecimento mais importante de Aracaju, como o CEASA aqui em Sampa. Lá você se encantará não somente com os sabores do Nordeste, mas também com suas cores e aromas. Você encontrará todos os tipos de produtos locais, como frutas, castanhas, frutos do mar, bolachas, farinhas, mandioca, queijos, doces etc.

Horário de funcionamento dos mercados municipais de Aracaju: todos os dias das 6h (Antônio Franco) ou 7h (demais) às 14h.

Café da manhã

Gente, o café da manhã era um evento à parte. É muito diferente do que costumamos comer aqui em Sampa! É praticamente um almoço!

Em todas as pousadas que ficamos alguns itens não faltaram: o cuscuz nordestino de milho, salsicha ou linguiça e mandioca, que foi servida no escondidinho, cozida, purê, bolo, pão! Em alguns lugares também tinha inhame, carne moída e arroz de leite.

Sabores do nordeste - café da manhã

No primeiro dia estranhamos, mas no meio da viagem já havíamos nos rendido ao típico café da manhã nordestino!!

Outros sabores do Nordeste

Não deixe de experimentar pratos típicos feitos com caranguejo, Aratu, charque, carne de sol, cuscuz nordestino e todas as inúmeras formas de se preparar uma mandioca!

Falando em caranguejo, na nossa primeira noite decidi pedir um caranguejo inteiro. Logo que fiz o pedido o garçom me trouxe um baldinho, um martelinho e uma tábua. Já sabia que a experiência seria cansativa!!

Fiquei uns 20 minutos para tirar o micro nada de carne do caranguejo!!! Mas acho que todo mundo deveria fazer isso um dia. É divertido e emagrece (ao final você já perdeu a fome!!).

Sabores do nordeste - caranguejo

Mas se você prefere ter menos trabalho para comer, o caranguejo é servido em outras formas, mais fáceis de serem degustadas. Por exemplo, comemos pastéis de caranguejo e o filezinho de Aratu servido na folha de bananeira. O Aratu é uma espécie de caranguejo menorzinha, típica da região.

Também experimente os bolinhos de charque com molho rosé. Desconfio que esse molho seja típico da região, pois ele estava presente em outras preparações fritas. Por exemplo naquele filé à parmegiana que comemos em Penedo.

Sabores do nordeste - pastel de caranguejo e bolinhos de charque

Ah! E as castanhas de caju, meo deos! Use a abuse delas. Comemos uma cocada de castanha de caju que nos arrependemos amargamente de não ter comprado mais.

Sabores do nordeste - aratu e castanha de caju
Filezinho de Aratu e a deliciosa cocada de castanha de caju!

Experimente as frutas da região como caju, acerola, jambo, seriguela. Tirando a última, as demais comemos direto do pé!!

Sabores do nordeste - acerolas
Acerolas colhidas direto do pé!

E lógico que não podemos esquecer do delicioso queijo coalho. Ele estava presente em muitos dos pratos que degustamos por lá, acompanhando a carne de sol ou charque, recheando o cuscuz nordestino, na tapioca ou simplesmente puro.

Prazer de comer!

Ai gente, nós conhecíamos tão pouco os sabores do Nordeste até essa viagem. Assim como a comida mineira, a comida nordestina nos conforta e nos traz excelentes recordações, além do gostinho de quero mais!

Com certeza essa viagem vai render alguma receita bárbara! Já tem receita de cookie ao estilo americano, pão italiano e strogonoff de lula!

Outros sabores

Conheça outros sabores do Brasil e do mundo nos textos das meninas do grupo “Viagem por Escrito”:

4 Comentários

  • Luciana Mardegan

    Barbara, você me deixou com água na boca. Tinha me esquecido dos doces da D Nena. Ela foi responsável por meus muitos quilos a mais enquanto moramos em Aracaju!!!! Que bom que vocês aproveitaram a viagem! Bj

    • barbaracortat

      Os doces dela são maravilhosos mesmo. Nos apaixonamos nas queijadinhas! Pena que algumas compotas com frutas mais regionais tavam em falta. Tava sonhado com a de umbu!

  • Pamela

    Com certeza que depois de viajar a melhor coisa que se tem a fazer é comer! Rs
    O tempero nordestino é único e as comidas sempre são saborosas mesmo! Agora o que me surpreendeu mesmo foi o café da manhã caramba, e praticamente uma refeição mesmo!
    Já salvei as dicas porque não conheço ainda essa região! Parabéns pelo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: